Início Ensaios Já se sabe os preços dos renovados Ignis e Swift Sport

Já se sabe os preços dos renovados Ignis e Swift Sport

Já se sabe os preços dos renovados Ignis e Swift Sport
0
0

“Consciência ecologica” 

 

A Suzuki revelou os preços dos renovados Ignis e Swift Sport, modelos que passam agora a contar com tecnologia mild-hybrid de forma a encarar as restristas normas anti-poluição impostas pela união europeia.

 

Começando pelo Ignis temos um modelo equipado com um motor 1.2L com arquitetura “tradicional”, ou seja quatro cilindros e 90cv de potência. O sistema Mild-Hybrid de 12V conta com uma bateria de 10Ah (antes era de apenas 3Ah). O Ignis passa a ter agora a hipótese de contar com uma caixa CVT para quem quer dar descanso ao pé esquerdo.

Quanto à estética está praticamente inalterada, mas contando com detalhes que o querer colocar mais no estilo de um “micro crossover” e isso é visível pela grelha ao estilo da usada pelo Jimny, que infelizmente está fora da gama na europa, sem sabermos data do seu regresso.

Quanto a preços, o modelo mais pequeno da marca japonesa está disponível desde os 15.313€. As versões de tracção integral AllGrip também estão disponíveis entre os 16.851€ da versão GLE e os 18.320€ da mais equipada GLX. A transmissão CVT está disponível apenas na versão mais equipada GLX, por 18.018€.

Passando para o Swift Sport, as diferenças são maiores, o que não é necessariamente melhor. O modelo vê agora o seu motor mudar, continuando a ser um 1.4L Turbo, mas que deixa de ser o K14C, mas sim o K14D, uma versão melhorada e já usada no Vitara.

Sendo assim, os 140cv anteriores passam agora para 129cv, com um binário que contrariamente sobem dos 230 para os 235Nm.

A outra diferença está na inclusão de um sistema mild-hybrid, desta vez com 48V e uma capacidade de 0,38kWh.

Graças a isso, o motor elétrico consegue, de forma momentânea, oferecer ao condutor 13,6cv conseguindo ajudar o Suzuki Swift Sport a alcançar os 0-100km/h em 9,1s. A velocidade máxima ultrapassa a barreira dos 200km/h, enquanto o consumo é comedido, com a marca a anunciar um ciclo médio de 5,6L/100km e 127g/km CO2.

Os preços propostos é de 25.222€, mas foi reduzido para os 23.222€ graças a uma campanha especial de lançamento do modelo no mercado nacional. Ambos os modelos já podem ser encomendados nos concessionários da marca.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!