Início Desporto FPAK eSports: As corridas são virtuais, mas o sonho é bem real

FPAK eSports: As corridas são virtuais, mas o sonho é bem real

FPAK eSports: As corridas são virtuais, mas o sonho é bem real
0
0

“Caminho a seguir…”

 

Muitos de nós, onde me incluo sem dúvida a mim próprio, gostaríamos de ter sido pilotos de automóveis, mas sabemos que esse “sonho” é algo dispendioso e ao alcance de muito poucos.

De há alguns anos para cá, os eSports têm vindo a ganhar uma expressão cada vez maior, tanto a nível mundial, como em Portugal. Para quem vibra com o som dos motores, existe agora uma solução para resolver, de certa forma, esse sonho que ficou para trás.

Por isso, a FPAK – Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, em conjunto com o ACP – Automóvel Clube de Portugal e a Sports & You uniram-se para criar a FPAK eSports, um Campeonato de Portugal de Simulação Automóvel, onde muitos se podem finalmente bater “roda com roda”, com custos (bem) mais comedidos.

Para quem não está dentro do assunto, o “Sim Racing” recria ao mais ínfimo detalhe as pistas graças à tecnologia “Laser Scan”, com margens de erro na ordem de 1cm. Os automóveis são recriados com essa mesma tecnologia, mas também com dados cedidos pelas marcas com a telemetria da “vida real”. Mesmo a afinação, neste “mundo virtual”, é complexa, recorrendo-se aos mesmos meios da “vida real”.



Mas não são só as pistas e os automóveis que são replicados ao detalhe, também os níveis de desgaste, consumo de combustível, danos ou avarias podem ter lugar aqui. A meteorologia também tem um papel fulcral, podendo passar do sol quente a uma chuva torrencial, assim como transitar do dia para a noite, algo que acontece em provas de 24h, onde existe obviamente troca de pilotos…

Passando para o caso nacional, estes Campeonatos de Portugal de Simulação Automóvel serão uma competição oficial da FPAK, promovida, como dito acima, pelo ACP e a Sports & You. Sendo uma competição federada, todos os pilotos terão de ser detentores da licença desportiva FPAK “E” criada para o efeito e gratuita para os participantes.

Nesta primeira época de 2021, serão organizadas duas diferentes competições.

Se por um lado está o Campeonato de Portugal de Velocidade, que utilizará o Dallara F3 em “fins de semana” de duas corridas, uma com 25m e outra de 40m; por outro está o Campeonato de Portugal de Endurance, com equipas de 3 a 6 pilotos, que recorrerá a automóveis da categoria GT3 com provas com duração de 3, 6 ou 8h. Ambas têm a qualificação a começar já em setembro.

Para “correr”, o simulador escolhido foi iRacing, num campeonato que tem também o reconhecimento da Federação Internacional do Automóvel (FIA), e que irá distribuir um total de prémios que ascende aos dez mil euros entre os participantes dos dois campeonatos.

Se isto ainda não vos deixou com vontade de participar, posso dizer-vos que este mercado, em plena pandemia, moveu mil milhões de dólares e que graças ao confinamento teve um aumento de 15% face ao ano de 2019.

Esta nova competição poderá ser acompanhada através da plataforma Twitch, assim como pelos canais dedicados aos eSports da RTP e da SIC.

Mas mais do que palavras, o melhor é mesmo experimentarem este novo desafio, que mesmo sendo virtual, consegue oferecer sensações bem reais de querer chegar à “volta perfeita”, assim como disputar uma travagem com os vossos principais adversários. Quem sabe se tu não és o próximo campeão nacional?

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!