Início Ensaios Citroën C3 ELLE 1.2 PureTech 110

Citroën C3 ELLE 1.2 PureTech 110

Citroën C3 ELLE 1.2 PureTech 110
0
0

“Público feminino”

Como conseguir atrair um público específico? Usando atributos que tornem uma determinada proposta apetecível. A Citroën voltou a fazer isso, com mais uma das suas edições especiais, que juntou a ELLE, publicação francesa originária em 1945, com o seu utilitário C3, garantindo uma exclusividade extra.

Esta versão, baseada no nível Shine, não conta com diferenças no que toca à mecânica, sendo apenas estéticas, mas que, em palavras femininas: “fazem toda a diferença…”

No exterior, pode ser escolhida uma de três cores principais: branco, preto ou este cinza (Platinum Grey). O que é igual em todos eles é a personalização, que se destaca pelo teto num tom de contraste, assim como o preto e o “Cherry Pink”, cor exclusiva que adorna essa e outras superfícies, seja na moldura dos faróis de nevoeiro ou nos Airbumps. Para além disso, no exterior está ainda presente a placa identificativa da versão, em ambas as portas dianteiras. No resto da carroçaria, com menos de 4 metros de comprimento, o C3 conta com a sua estética descontraída e descomprometida, que tanto sucesso tem criado para a marca francesa, com este modelo a ter encontrado mais de 200.000 lares desde o seu lançamento.

Na frente destaca-se a dianteira elevada, assim como o grupo ótico em “três pisos”. Os quatro cantos estão revestidos com plástico negro, ao estilo dos crossovers, se bem que, para ocupar esse lugar, a Citroën conta com o C3 Aircross. A traseira também dá um “ar de sua graça”, com uns faróis que fornecem uma original assinatura luminosa.

Para além de um exterior distinto, o interior também conta com diferenças essenciais para uma versão especial.

O friso que decora o tablier, em tecido, conta com pespontos em rosa, os mesmos que são possíveis de encontrar nos confortáveis bancos que a Citröen batizou de Advanced Confort®, e nos tapetes exclusivos com a etiqueta ELLE. Para além desses detalhes, e de um conforto extra, o C3 Elle também conta com bastantes espaços de arrumação, onde se inclui um porta-luvas com mais de 6 litros, num interior desafogado para cinco passageiros e uma bagageira de 300L. No campo tecnológico, podemos encontrar o cruise-control com limitador de velocidade, informação de velocidade máxima, aviso de saída de via, câmara de estacionamento traseira, assim como o Active City Brake e comutação automática das luzes de máximos, caso a cliente opte pelo Pack Safety.

Outra novidade que o Citröen C3 apresentou no seu lançamento, e com que a versão ELLE pode contar, é a Connected Cam, uma câmara HD montada abaixo do espelho retrovisor, e que permite registar os melhores momentos da condução, mas também ser utilizada como elemento de segurança em caso de acidente, gravando os momentos antes e depois do impacto.

Em condução, o Citröen C3 Elle é igual a quelquer outro C3, ou seja, bastante fácil de guiar, com um comportamento seguro, tendo como vantagens o conforto e manobrabilidade em cidade. Para garantir uma superior polivalência fora dela, esta unidade contava com o motor gasolina mais potente disponível para esta versão, ou seja, o 1.2 PureTech de 110cv, que está aliado à caixa automática de seis velocidades. Existe também o 1.2 Puretech “não turbinado”, com 82cv e caixa manual de cinco velocidades.

Graças a este propulsor, o Citöen C3 Elle consegue assumir andamentos suficientemente vivos. Ainda que, à partida, não seja o que público alvo procura, o tempo de aceleração de 10,0s dos 0 aos 100km/h, assim como uma boa elasticidade, devido ao turbo que lhe garante um binário de 205Nm logo às 1500rpm, merecem ser mencionados. Esses números também garantem a este modelo uma ainda maior facilidade de condução, igualmente graças à transmissão automática que “escolhe” sempre a melhor relação para cada momento. Em curva, o Citröen C3 beneficia do seu baixo peso para lhe dar uma superior agilidade, sendo também bastante seguro nas suas reações. Esse baixo peso tem um papel igualmente importante no que toca aos consumos, que conseguem ficar abaixo dos 7 litros a cada cem quilómetros.

Em cidade, onde este C3 Elle se sente melhor, a sua manobrabilidade é destacada, seja na “dobragem” das esquinas mais apertadas, ou naquele lugar de estacionamento apertado, mesmo à porta de onde queremos ir. Graças à caixa automática, o Hill Holder Assist faz com que não existam “nervos em franja”, fazendo com que este Citröen nunca descaia.

Com este Citröen C3 Elle, a marca aponta o alvo a um público muito específico, e podemos mesmo afirmar que o objetivo foi conseguido com sucesso, já que pelas condutoras com que me cruzei, a recetividade foi sempre muito boa. Para além disso, a sua facilidade de condução, o equipamento disponível e o conforto fazem o resto, num produto que é honesto, mas com estilo.

“Precisas de mais espaço?”
Conhece o “grande” C3 Aircross!


Citroën C3 ELLE Puretech 110 EAT6 

Especificações:
Potência– 110cv às 5500rpm
Binário – 205Nm às 1500rpm
Aceleração do  0-100 (oficial): 10,0s
Velocidade Máxima (oficial): 191km/h
Consumo anunciado – 4,9l/100km
Consumo medido – 6,6l/100km

Preços:
Gama Citroën C3 desde: 13.256€
Versão ensaiada: 16.656€
Unidade testada: 20.236€


Carrega nas fotos para veres melhor este Citroën C3 Elle:

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!