Início Notícias Mercedes-Benz apresenta novo CLS

Mercedes-Benz apresenta novo CLS

Mercedes-Benz apresenta novo CLS
0
0

 “A metamorfose de um contemporâneo”

Foi hoje apresentada a 3ª geração do CLS. A Mercedes-Benz estreia um novo idioma de design que é desde logo reconhecido pelos seus contornos claros e pelas suas formas minimalistas.

Este novo estilo, destaca-se pelos faróis largos instalados numa posição mais baixa do que a usada até agora, mas também pelos farolins traseiros que voltam a ser bipartidos. Ao mesmo tempo, o design reflete agora uma aura mais intemporal, com bastante inspiração no primeiro CLS, modelo que criou um novo segmento e rapidamente se tornou num ícone da indústria.

O novo Mercedes-Benz CLS estará equipado com novos motores Diesel ou gasolina, de quatro ou seis cilindros.

Estávamos em 2003, quando a Mercedes-Benz criou um novo segmento de veículos com a introdução do CLS, modelo que pela primeira vez combinou a elegância e o dinamismo de um coupé com o conforto e a funcionalidade de uma berlina de 4 portas.

Nesta terceira geração do CLS, a Mercedes-Benz cria um automóvel ainda mais imponente que a geração que vem agora substituir. Os genes do CLS estão bem presentes: a sua linha de cintura arqueada, vidros laterais de geometria plana e superfície vidrada de baixo perfil. Ao mesmo tempo, é outro exemplo da evolução lógica do idioma de design, com as arestas e as linhas vincadas a estarem desta vez, significativamente reduzidas. Com isto, baixa o seu coeficiente aerodinâmico (cd) de 0.26, tornando-se num dos automóveis com menor resistência aerodinâmica do mercado.

A gama de motores é totalmente nova. Na altura do lançamento, estão disponíveis três opções com arquitectura de seis cilindros:

  • CLS 350 d 4MATIC (286 CV, 600 Nm; consumo de combustível em ciclo combinado, 5.6 l/100 km, emissões de CO2 em ciclo combinado, 148 g/km)
  • CLS 400 d 4MATIC (340 CV, 700 Nm; consumo de combustível em ciclo combinado, 5.6 l/100 km, emissões de CO2 em ciclo combinado, 148 g/km)
  • CLS 450 4MATIC (367 + 22 CV; consumo de combustível em ciclo combinado, 7.5 l/100 km, emissões de CO2 em ciclo combinado, 178 g/km)

O conforto foi ainda melhorado, com o uso da suspensão Air Body Control, os controlos de conforto Energizing, e a mais recente geração do sistema de informação e de entretenimento com In-Car-Office. O touchpad, colocado na consola central fornece sinais táteis durante a operação das inúmeras funções de conveniência e das várias configurações, de forma a não distrair o condutor.

Como habitualmente neste modelo, o equipamento de série é muito vasto, com especial destaque para os faróis LED High Performance, as jantes de liga leve de 18 polegadas, Lane Keeping Assist, Speed Limit Assist, ecrã multimédia de 12,3” polegadas, iluminação ambiente que inclui a iluminação das saídas de ventilação de ar. Os serviços Mercedes me connect e o módulo de comunicações com LTE, também fazem parte deste lote de equipamento.

Tal como os seus antecessores, o CLS revela uma superior desportividade num estilo inconfundível: um veículo emotivo que oferece uma grande dose de conforto em longas viagens e um elevado isolamento acústico, associados a uma tecnologia que conta com as maiores novidades do sector.

O coupé de quatro portas será lançado no mercado em março de 2018.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!