Início Carburadores Mini ao Monte 2017: Lisboa-Monte Carlo

Mini ao Monte 2017: Lisboa-Monte Carlo

Mini ao Monte 2017: Lisboa-Monte Carlo
0
0

“Reviver o passado”

São seis os intrépidos Mini’s que vão participar numa aventura épica, que vai ligar a capital Portuguesa até ao local onde se realiza o Rally que abre sempre o calendário mundial, o famoso Rally de Monte Carlo.

Mas antes, convém saber mais sobre a histórica prova.

Esta é organizada há mais de 100 anos, com a primeira edição a ter lugar em 1911, que na altura ligava La Bollène até Sospel, passando pelas estradas sinuosas dos Alpes, incluindo Col de Turini, feita à noite. Organizada pelo Automóvel Clube do Monaco, dava ao construtor a hipótese de mostrar os novos produtos e testar os melhoramentos. Claro que hoje funciona mais como montra do desporto automóvel, ainda assim, vencer nesta prova é importante e é um trofeu que qualquer construtor ou piloto quer ter nas suas estantes.

Para além do traçado sinuoso, este rally esconde inúmeras armadilhas devido ao clima rigoroso nesta altura do ano, em que existem muitas transições no piso, entre seco, molhado, neve ou mesmo gelo, tudo no espaço de uma só etapa, portanto a escolha dos pneumáticos é aqui, ainda mais importante.

Mas a sorte é imprescindível para se ter o privilégio de vencer.

Falando de Mini, é importante falar dos seus feitos, e a marca Inglesa venceu por três vezes, em 1964,1965 e 1967. Poderiam ter sido quatro vezes, já que em 1966 foram eliminados após a prova, devido a irregularidades técnicas.

Esta prova, que vai arrancar em Portugal, tem como objectivo celebrar os 50 anos dessa última vitória do Mini, guiado por Rauno Aaltonen e Henry Liddon. Para isso, vão ligar os 2500km que nos separam  do local do rally, utilizando Mini’s da época, com o percurso a poder ser acompanhado em tempo real devido a estarem com localizadores GPS da Cartrack.

A partida também cumpre com os tramites da altura, ou seja, acontecerá na sede do ACP em Lisboa, envolvendo pilotos da época, que estarão presentes, bem como os condutores dos automóveis clássicos que irão participar no Rally Histórico de Monte Carlo 2017, onde uma delas é precisamente uma réplica do Morris Mini Cooper S Works, que venceu em 1967.

Esta iniciativa, para além de uma comemoração dessa vitória, será também uma oportunidade para promover o gosto pelo restauro de Mini’s clássicos e ter uma componente social, já que serão angariados fundos para doar à CERCI de Cascais.

Esteja atento, pois iremos falar desta prova mais à frente aqui no site.

Quanto a nós, resta-nos desejar uma boa aventura a todos estes pilotos, que de certeza terão uma boa dose de histórias para contar no seu regresso!

b_logo-minis-ao-monte-todo-cor

O percurso está planeado da seguinte forma:

1º Dia – Quarta-feira (25/01)

Partida de Lisboa ACP – 20H00
Distância: 289Km
Chegada Mérida – 23H30

2º Dia – Quinta-feira (26/01)

Partida Mérida – 9H00
Distância: 961Km
Chegada Barcelona – 22H40

3º Dia – Sexta-feira (27/01)

Partida Barcelona – 10H00
Distância: 612Km
Chegada Dignes-Les-Bains – 17H30

4º Dia – Sábado (28/01)

Partida RMH – 10H00 em Dignes-Les-Bains
Partida de Dignes-Les-Bains- 12H00
Distância: 166Km
Chegada Mónaco- 16H00
Assistir a RMH no Mónaco
Partida Mónaco – 18H00
Distância: 166Km
Chegada Dignes-Les-Bains – 22H00

5º Dia – Domingo (29/01)

Partida de Dignes-Les-Bains – 8H00
Distância: 20KM
Chegada Col de Corobin– 9H00
Assistir ao RMH em Col de Corobin
Partida do Col de Corobin – 13H00
Distância: 250Km
Chegada a Nice – 21H00

6º Dia – Segunda-feira (30/01)

Partida de Nice – 10H00
Distância: 120Km
Chegada Col de Turini – 13H00
Fazer o troço do Col de Turini – 120KM
Partida do Mónaco – 18H00
Distância: 130KM
Chegada a Provença – 20H00

7º Dia – Terça-feira (31/01)

Partida de Provença – 10H00
Distância: 850 Km
Chegada a Zaragoza – 22H00

8º Dia – Quarta-feira (1/02)

Partida de Zaragoza – 10H00
Distância: 950Km
Chegada a Lisboa – 23H00

Total da viagem: 4515km

a0ff0133469d264f8fe2431669dc9366

Os “pilotos”, e as provas onde já participaram:

Nº1 – Morris Mini Cooper S Works replica (1967)

Conduzido por: David Pereira Coutinho – Miguel Pereira Coutinho

Lisboa-Silverstone (UK), Mini40, 1999
Lisboa-Madrid (SP), 2004
Lisboa-Norwich (UK), IMM2004, 2004
Munich (D)-Lisboa, 2004
Lisboa-Granada (SP),  2006
Lisboa-Nurburgring (D), 2008
Lisboa-Maidstone (UK), IMM2014, 2014
Rally ACP Clássicos, 2014, 2015, 2016

Nº2 – Morris Mini Van (1974)

Conduzido por: Jorge Pais – Diogo Pais

Munich (D)-Lisboa, 2004
Lisboa-Barcelona (SP), IMM2005, 2005
Lisboa-Granada (SP), 2006
Lisboa-Nurburgring (D), 2008
Lisboa-Longbridge (UK), IMM2009, 2009
Lisboa-Maidstone (UK), IMM2014, 2014
Rally ACP Clássicos, 2014, 2015, 2016
500 Milhas ACP, 2015, 2016

Nº3 – Mini Ima (1976)

Conduzido por: Mário Abreu – Alcino Elyseu

Lisboa-Madrid (SP), 2004
Lisboa-Norwich (UK), IMM2004, 2004
Lisboa-Barcelona (SP), IMM2005, 2005
Lisboa-Nurburgring (D), 2008

Nº4 – Morris Mini Cooper S (1964)

(ex-carro de testes da BMC)

Conduzido por: Rui Abreu – Eduardo Perdigão

London (UK)-Lisboa, 2004
Lisboa-Barcelona (SP), IMM2005, 2005
London (UK)-Lisboa, 2006
Lisboa-Nurburgring (D), 2008
Lisboa-Longbridge (UK), IMM2009, 2009

Nº5 – Mini After Eight (1991)

Conduzido por: Paulo Dionísio – Gonçalo Dionísio

Lisboa-Nurburgring (D), 2008
Lisboa-Longbridge (UK), IMM2009, 2009

Nº6 – Mini Ima (1974)

Conduzido por: Mário Tavares – Paulo Almeida

Lisboa-Longbridge (UK), IMM2009, 2009

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!