Início Ensaios Primeiro contacto com o renovado Citroën C3 Aircross

Primeiro contacto com o renovado Citroën C3 Aircross

Primeiro contacto com o renovado Citroën C3 Aircross
0
0

“Renovação do Canivete francês”

 

O Citroën C3 Aircross é a proposta da marca gaulesa para quem procura um segmento B com espaço. Prova disso é que na Europa mais de 330 mil famílias encontraram neste automóvel o seu novo companheiro de viagens. Agora o C3 Aircross foi renovado com uma grande preocupação com a tecnologia, sem esquecer o conforto que também o caracteriza.

As maiores diferenças no exterior encontram-se na dianteira, que foi totalmente revista, tanto no desenho do para-choques como no novo arranjo e desenho dos grupos óticos. Sendo um modelo com uma clara inspiração no mundo dos SUV, o C3 Aircross não descarta o uso de plásticos cinzentos que servem como proteções exteriores, o que agrada à vista, mas também garante uma robustez extra ao modelo.

Na restante carroçaria, apenas alguns detalhes o demarcam do modelo pre-restyling, nomeadamente a decoração do vidro lateral traseiro, assim como novas jantes de 16 e 17 polegadas. A parte da personalização continua “a salvo”, com três novas cores, o que totaliza dezenas de configurações possíveis para este Citroën.



Passando para o seu interior, também são visíveis algumas mudanças. O ecrã central é a mais evidente de todas, que vê a sua dimensão aumentar para as 9 polegadas, enquanto a consola central tem agora mais espaços de arrumação, assim como um travão de mão emprestado pelo seu “primo” Opel Crossland.

Este novo ecrã, de melhor qualidade, é o controlo para todas as funções deste pequeno Citroën, desde a climatização à navegação, passando pelo multimédia até ao telefone. Para quem quer ter tudo agrupado, este conta com sistema Apple CarPlay e Android Auto.

Mas a par do conforto, uma das grandes vantagens deste modelo é o seu espaço interior, oferecendo bancos deslizantes, que permitem escolher entre mais espaço para as pernas dos ocupantes, ou mais espaço para as bagagens que podem ir dos 410 até aos 520L de capacidade.

Todos os bancos contam com o já conhecido sistema Advanced Confort, graças a uma espuma mais densa que oferece uma maior sensação de conforto a quem vai a bordo do C3 Aircross, garantindo ainda assim um suficiente apoio.



A gama de motores é composta por duas versões do motor a gasolina 1.2 PureTech com 110 ou 130cv, estando a primeira ligada a uma transmissão manual de seis velocidades, com a mais potente a estar disponível somente com a automática, também ela com seis relações. Não esquecendo a procura ainda existente dos motores diesel, a marca oferece também dois níveis de potência, 110 ou 120cv, com a mesma distribuição de transmissões como nos propulsores gasolina, manual no menos potente, automática no mais performante.

Neste primeiro contacto, que durou mais de 300km, o C3 Aircross continua a apresentar elevadas qualidades no que toca ao pisar de estrada, sendo muito confortável e preparado para todos os caminhos, sejam eles citadinos, longas nacionais, autoestrada a velocidades mais elevadas ou mesmo caminhos fora-de-estrada. Aqui, o modelo conta com o sistema Grip Control, que permite selecionar entre diferentes modos para uma melhor desenvoltura em maus pisos.

O renovado modelo inicia as suas vendas nesta quinta-feira (dia 24), com uma gama dividida entre cinco níveis de equipamento, onde dependendo do nível se podem encontrar até 12 sistemas de ajuda à condução. Os preços começam nos 19.307€ da versão Feel com o motor 1.2 PureTech de 110cv, até aos 27.357€ pelo 1.5 BlueHDi com 120 com caixa automática EAT6 na versão mais equipada Shine.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!