Início Notícias Alfa Romeo “parte a loiça toda” com os novos Giulia GTA e GTAm

Alfa Romeo “parte a loiça toda” com os novos Giulia GTA e GTAm

Alfa Romeo “parte a loiça toda” com os novos Giulia GTA e GTAm
0
0

“Os Italianos devem estar loucos”


Estamos numa época onde os gramas de CO2 parecem importar mais que a potência, e em que a segurança é mais excitante que as próprias performances. Mas quando a Alfa Romeo faz regressar a sigla GTA, meus amigos, a situação muda de figura. Ninguém consegue ficar indiferente. 

 

Mas porque surge agora um modelo como este, precisamente quando a marca mostrou que ia seguir uma linha mais “lógica”, onde o lucro era o objectivo? Porque tal como vos disse aqui, a marca comemora 110 anos de existência, e quer comemorar com “pompa e circunstância”!

E não apenas com um, mas com dois modelos bastante especiais. Tendo por base o Giulia Quadrfoglio (que já testámos e não conseguimos esquecer), a marca deu mais alguma potência ao 2.9 V6 biturbo que todos sabemos que tem origem Ferrari, mas ninguém confirma nem desmente, e passou o seu número dos 510 para os 540cv, enquanto a balança regista números mais baixos, menos 100kg de peso total.

Isto, segundo as calculadoras significa uma relação peso/potência de apenas 2,82kg/cv, “devorando” os 0 aos 100km/h em apenas 3,6s!



A potência é a mesma, mas o estilo é diferente. O Giulia GTA distingue-se por um estilo mais musculado, com evidente preocupação com a aerodinâmica. Tudo é mais agressivo, quase como um “photoshop”, mas aqui bem real. Mais largo em 5cm, o modelo esconde diversas melhorias no que toca ao “hardware”. Para começar sabemos que as jantes de 20” polegadas contam com porca central, como na competição, assim como o escape, que é da “bem sonora” Akrapovic, construído em titânio.

Depois há o GTAm… m de ‘modificata‘!

Se tudo já não fosse “louco” o suficiente, esta versão mais radical (do Giulia mais radical) passa a contar com uma extensão do para-choques, assim como uma generosa asa em fibra de carbono.

Porém, as maiores diferenças estão no interior.

Se o Giulia GTA já conta com acabamentos em Alcantara exclusivos, o GTAm leva isso a um novo patamar. Os bancos traseiros desaparecem, dando lugar a um local onde guardar os capacetes, um extintor e acomodar parte da roll-bar, que protege um habitáculo onde os “sortudos” passageiros são seguros (e presos) por umas bacquets Sabelt com cintos de seis pontos. Para sair é puxar uma fita vermelha, no local onde estavam os puxadores.

Os vidros? Quais vidros? São em Lexan, um material mais leve e usado em competição, que substitui todos os vidros, excepto o dianteiro.

Os preços das 500 unidades dos Giulia GTA e Giulia GTAm ainda não são conhecidas, mas os interessados podem fazer a sua reserva desde já. Se tiver essa possibilidade, saiba ainda que contará com um “kit de boas vindas”, que engloba um curso de condução na Alfa Romeo Driving Academy, bem como uma capa de proteção Goodwool, assim como um equipamento completo de competição da Alpinestars, com capacete, luvas e botas.



 

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!