Início Notícias Este é o Citroën mais pequeno que poderás comprar

Este é o Citroën mais pequeno que poderás comprar

Este é o Citroën mais pequeno que poderás comprar
0
0

“Ami(go) das cidades”

 

Este é o Ami, o mais pequeno dos Citroën e aquele que pretende mudar a mentalidade sobre o automóvel.

 

Mudar porquê? Porque o automóvel poderá deixar de ser um objeto de “posse”, mas sim de aluguer, seja ele por minutos ou por dias.

Ora bem, a marca apresentou já há um ano o Ami One Concept, e quis demonstrar que é possível mover-se pelas grandes cidades, cada vez mais “inundadas” de automóveis (e proibições) sem muito esforço, e principalmente para quem não tenha a carta. Sim, o Citroën Ami é um quadriciclo, ou seja, tal como o Renault Twizy não precisa de carta de condução, basta apenas ter mais de 16 anos.

Comparando com o seu principal rival Twizy, o Ami é maior em 90mm no seu comprimento (2,41m), conseguindo ainda assim um impressionante diâmetro de viragem de 7,2m. Alimentado por uma bateria de 5,5kWh, este Ami consegue uma autonomia até 75km e pode ser carregado numa tomada domestica em apenas 3 horas. A sua velocidade máxima é de apenas 45km/h, o que chega para um transito citadino, mas que também lhe possibilita o estatuto de quadriciclo.



Quanto a preços, ainda requerem confirmação. No lançamento foi sabido que há três maneiras de “andar” de Citroën Ami. A primeira é o aluguer operacional, com uma entrada de 2644€ e um pagamento mensal de 19€/mês. Depois existe a opção de mobilidade da Free2Move, marca do Groupe PSA, e que terá um custo de 0,26€/minuto.

Por fim, a compra, com o preço do Ami a começar nos 6000€.

Estes preços, são os que estarão em vigor em território francês, com Portugal a ter de esperar pelos seus preços…

Existem também novidades no processo de compra, com o modelo totalmente elétrico a poder ser entregue em casa, ou num ponto estipulado, e a sua compra a poder ser feita apenas online. Ainda assim, o Ami poderá ser encontrado nos concessionários da marca, e, em França, ser adquirido nas lojas FNAC.

A maior diferença face ao Renault Twizy é visível no seu habitáculo, que é fechado e acessível através de duas portas, de abertura assimétrica. As janelas são fixas, com abertura ao “tipo 2CV”, enquanto a visibilidade e a sensação de espaço é conseguida por uma ampla superfície envidraçada. O interior conta com dois lugares, e um espaço dedicado para bagagens aos pés do passageiro, o sistema de navegação e multimédia são conseguido através de uma ligação ao smartphone, que tem o seu “lugar de estacionamento” ao centro do tablier.

O Citroën Ami vai começar a circular em França, já no verão, enquanto Portugal deverá receber o novo modelo em Novembro.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!