Início Notícias Jaguar Classic retoma produção do D-Type

Jaguar Classic retoma produção do D-Type

Jaguar Classic retoma produção do D-Type
0
0

“Os últimos 25”

O departamento especializado Jaguar Classic, anunciou no Retromobile Paris que começou hoje, que irá retomar a produção do emblemático modelo de competição D-Type, cuja última unidade foi construída em 1956.

A produção do mítico D-Type está limitada a apenas 25 unidades, que serão manufacturadas nas instalações da Jaguar Land Rover Classic Works de Warwickshire. Em 1955, a Jaguar tinha previsto fabricar 100 unidades do D-Type. No final, apenas 75 foram concluídas, pelo que a Jaguar Classic cumpre agora o desejo original da empresa ao criar 25 veículos desportivos da época totalmente novos. O D-Type, com o seu motor XK de seis cilindros, converteu-se num ‘mito’ ao conseguir a proeza de vencer as 24 Horas de Le Mans por três ocasiões entre 1955 e 1957.

Tim Hannig, Diretor da Jaguar Land Rover Classic, comenta: “O Jaguar D-Type é um dos carros de corrida mais emblemáticos e bonitos de todos os tempos, para além de possuir um palmarés impressionante nas corridas de automóveis mais difíceis do mundo. Ainda hoje é um carro espetacular.”

“Os técnicos especialistas da Jaguar Land Rover Classic reconhecidos mundialmente estão bastante orgulhosos por poder continuar a história dos êxitos do D-Type ao terminar, em Coventry, a produção original que a empresa tinha planeado inicialmente. É sem dúvida um daqueles projetos que só surgem uma vez na vida.”

O D-Type será a terceira réplica da Jaguar Classic depois de fabricar, entre 2014 e 2015, os seis veículos em falta do Lightweight E-Type e depois de criar nove unidades do XKSS entre 2017 e 2018.

A investigação dos técnicos especialistas da Jaguar Classic, inclui o acesso exclusivo aos arquivos e aos esboços e planos técnicos originais da Jaguar, o que faz com que cada D-Type novo seja fabricado de acordo com as características originais estabelecidas pelo diretor de Competição, Lofty England, e pela sua equipa de engenheiros nos anos cinquenta. Os futuros proprietários poderão escolher entre o chassis dianteiro curto, o denominado Short Nose de 1955 e o chassis dianteiro comprido de 1956, o chamado Long Nose.

Kev Riches, Engineering Manager da Jaguar Classic, refere: “Foi uma enorme satisfação poder recrear os nove veículos XKSS derivados do D-Type, uma tarefa ainda mais complexa do que fabricar as seis unidades que faltavam do Lightweight E-Type. Aprendemos muito com o projeto XKSS, pelo que agora temos mais facilidade em produzir os últimos 25 D-Type. Cada um deles será idêntico ao original até ao mais ínfimo pormenor, tal como foi determinado na época pelo Departamento da Competição de Jaguar”.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!