Início Ensaios Dacia Duster 4×4 1.5 dCi 110

Dacia Duster 4×4 1.5 dCi 110

Dacia Duster 4×4 1.5 dCi 110
0
0

“Multifacetado” 

A fórmula da Dacia prova ser, a cada ano que passa, uma aposta vencedora. Os seus modelos continuam com uma forte performance de vendas. Isto acontece devido à receita simples de um equipamento generoso, onde, leia-se, não falta o essencial: os custos de manutenção são baixos e o preço final é aliciante, bem como as boas quotas de habitabilidade. Depois de já ter conhecido a nova geração do Dacia Duster, apresentada no Salão de Frankfurt, decidimos prestar um tributo ao Duster actual, que sofreu, há bem pouco tempo, um “ligeiríssimo” restyling. Esta versão SL Explorer é a “topo de gama”, mas ainda assim continua a ser um exemplo dessa receita que falei acima.

O nome desta versão indica tudo, portanto, no exterior a que já estamos habituados, encontramos um maior número de protecções plásticas, fruto do pack off-road, compreensível ainda mais por esta unidade ser 4×4 (mais 2500€ que o 4×2). A grelha dianteira também conta com um acabamento cromado e as barras de tejadilho continuam a dar essa imagem robusta. Ainda no exterior, podemos ver as exclusivas jantes de 16’’ montadas em pneus mistos, prontos para sair do alcatrão.

O interior mostra a maior alteração, o volante de quatro braços, tal como o usado no resto da gama; os materiais continuam a ser duros e não se espere uma qualidade de construção impecável, mas que por outro lado é robusto, e essa é a imagem que o Duster passa para quem o conduz. Os estofos contam com um padrão também exclusivo e fácil de limpar, com apontamentos em laranja, cor essa que é visível também nas saídas de ventilação, os plásticos brilhantes dão um cuidado extra ao habitáculo.

Mas talvez o maior problema do Duster seja a ergonomia em relação a alguns dos comandos, instrumentos e botões a estarem em locais pouco práticos. O caso que mais facilmente se constata é o do sistema de infotenimento, que embora completo é complicado de se ver, e com isso baixa demasiado os comandos da climatização, afastando os olhos da estrada. Como é de esperar, a posição de condução é elevada e não é a mais correta. Pronto, neste parágrafo, encontraram basicamente o que o Dacia Duster tem de pior, a partir de agora vamos ver os pontos bons.

Para isso, basta abrir as portas traseiras e encontrar um bom espaço para três passageiros, e atrás uma bagageira com 443L de capacidade, o que tendo em conta o segmento e faixa de preço onde o Duster se integra, é praticamente uma referência.

Ligando o Dacia, acordamos o 1.5 dCi de 110cv, um propulsor mais que provado e que é um excelente aliado deste modelo. O seu binário de 275Nm está disponível logo as 1750rpm, e é ajudado por uma caixa de seis velocidades, com as primeiras duas a serem bastante curtas, para ajudar no fora-de-estrada.

Antes disso, convém relembrar que o Duster pode circular apenas com tracção à frente, no modo 2WD, e com isso fica mais poupado, conseguindo obter médias em torno dos cinco litros a cada cem quilómetros, o que o torna perfeitamente utilizável como carro principal, o comportamento é mais jipe e menos “crossovers da moda”, notando-se por isso mais algum rolamento de carroçaria, devido às suas competências offroad.

E é precisamente fora do asfalto que o Duster impressiona, com a sua generosa altura ao solo de 21cm dá confiança para ultrapassar muitos obstáculos, o mesmo com o ângulo de entrada de 29,3º, ventral de 23º e 34,6º para o ângulo de saída, o que evita certos impactos, e dá uma maior liberdade. O motor comporta-se bastante bem neste campo, devido ao escalonamento da caixa. No modo Lock, o Duster liga as redutoras, o que ajuda bastante às subidas mais complicadas, e para além de tudo isso, o baixo peso é um aliado, com este Dacia a pesar apenas 1395kg.

No final de tudo isto, temos um automóvel perfeitamente polivalente. Não é o automóvel mais rápido de se conduzir, não é o mais bonito e nem conta com muitos equipamentos tecnológicos. Mas é das propostas mais completas do mercado, com um habitáculo espaçoso, um motor competente e poupado, e é das propostas que mais diverte a conduzir, fora de estrada! Tudo por menos de 24 mil euros, sem campanhas.

Dacia Duster 4×4 1.5 dCi 110 S&S FAP SL Explorer

Especificações:
Potência – 110cv às 4000rpm
Binário – 260Nm às 1750rpm
Consumo Combinado Anunciado – 4,7L/100km
Consumo Combinado Medido – 6,0L/100km
Aceleração 0-100km/h: 12,4s (oficial):
Velocidade máxima (oficial): 168km/h

Preços:
Dacia Duster desde: 14.490€
Preço base da versão ensaiada: 23.050€
Preço base da versão ensaiada (c/opcionais): 23.570€

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!