Início Ensaios Volvo S60 T5 R-Design

Volvo S60 T5 R-Design

Volvo S60 T5 R-Design
0
0

“Uma questão de prazer”

 

O prazer na condução é algo que é muito utilizado, na maioria das vezes com alguma leviandade, sem prestar real atenção ao (grande) significado de tal pergaminho. O prazer de condução precisa de “acertar” muitos pontos para ser verdadeiro, e no caso deste Volvo S60, esse prazer de condução chega, mas não como pensam…

Do meu ponto de vista, um automóvel é concebido e projectado tendo em mente uma variada situação de cenários. Um desportivo é criado para ser rápido e altamente contagiante para quem vai ao volante; ou um todo-o-terreno para ser polivalente sem preocupações com prestações. Mas num caso como este, o prazer de condução é conseguido com uma das coisas que mais admiro num automóvel, a polivalência.

Sim, polivalência. Mas sem ser em excesso, senão tinha um monovolume de 7 lugares, falo da polivalência de utilização, um automóvel que faça a maior parte das coisas bem-feitas. E o Volvo S60 fá-las.

Este modelo chegou à gama da marca sueca em 2018, e veio com uma ideia que não estávamos à espera: “Não terá motores diesel.” Foi um “murro na mesa” dado pelo construtor, que já afirmou querer seguir por outro caminho. Por outro lado, a sua “irmã” V60 conta com uma gama bem mais completa, onde se inclui uma versão Plug-in Hybrid e os (ainda) preferidos motores diesel. Daí a justificação de ser mais vista nas estradas do que esta, também bem elegante, berlina de segmento D.

É uma escolha arriscada? Sim, é. Mas justificada por motivos globais, onde para os maiores mercados mais consumidores deste tipo de automóveis, o diesel não é primordial.

Esteticamente, o Volvo S60 é um bom porta-estandarte da imagem Volvo da atualidade, com linhas fortes e vincadas, num design clean e evidentemente escandinavo. Até ao pilar B, tudo igual à já conhecida V60 (       que podem ler aqui), daí para trás a silhueta assume um formato mais coupé, ainda que com um “terceiro volume” bem definido. Visto completamente de traseira, o S60 destaca-se pelos grupos óticos de bom gosto que “guardam” a chapa de matrícula que encontra lugar na porta da mala. As dimensões são precisamente as mesmas que a carrinha.



O estilo R-Design dá pontos extra no capítulo estético, com para-choques exclusivos, assim como as jantes. A altura ao solo também é mais baixa, o que dá um certo status desportivo a este modelo, que assume o T5 na traseira de forma orgulhosa.

No interior, não há diferenças face à V60, e ainda bem. Ou seja, existem em termos de espaço, com os passageiros traseiros a contarem com (ligeiramente) menos espaço para a cabeça, e onde o passageiro do meio é mais penalizado devido ao túnel central. Mas, no geral, o Volvo S60 é um excelente automóvel para se viajar de forma tranquila e confortável.

A bagageira de 442L é 87L mais pequena que a “V”, mas aumenta 62L face ao seu antecessor.

O tablier opta também pela simplicidade Volvo, com uma boa escolha de materiais e uma montagem sólida. Destaque para o ecrã central vertical de fácil utilização, assim como uma correta posição de condução, ajudada pelos impecáveis bancos a que a marca nos tem habituado, e que aqui contam com ajustes extra e um apoio melhorado, graças à sua linha de equipamento mais desportiva, que exige um maior “abraço”.

Passando para a condução, esta unidade equipa com o motor gasolina mais potente disponível, o T5 de 250cv. Mas não com a arquitetura de cinco cilindros de anteriormente, agora são quatro num bloco dois litros, sobrealimentado.

É rápido sim, os 6,5s que promete dos 0 aos 100km/h parecem ser verdadeiros, contudo não é explosivo. Opta antes por ser suave e eficaz, com um binário de 350Nm que está “totalmente disponível” num vasto regime de 1800 às 4800rpm. Isso torna este T5 num excelente parceiro de viagens.

Para isso, conta com os préstimos da transmissão automática Geartronic de 8 relações, ainda que nesta unidade (de forma algo estranha) não contava com as “obrigatórias” patilhas de seleção montadas atrás do volante, e custam somente 166€. Em condução normal, esta é uma excelente companheira, muito suave e decidida, que não hesita nas suas ações.



Contudo, se a “brincadeira” aumenta, já não está nas suas “sete quintas”, e aqui sentimos a falta das patilhas que nos iam ajudar a “tirar as dúvidas” à Geartronic. Os consumos variam muito consoante a nossa disposição, num percurso misto no modo de condução ECO, que usa muito de modo “coasting”, em que os consumos variam entre os 6,9 e os 8,3L/100. Usando o modo mais “Dynamic” sem preocupações, podemos ver o computador de bordo marcar mais de 10L/100km, sem qualquer tipo de problema.

Quanto ao comportamento. Mesmo que o Volvo S60 seja um tração dianteira, o seu comportamento é são e mostra a qualidade da plataforma, com reações seguras e grande dose de aderência, também graças “aos sapatos” de 235/40.

Por isso as suas reações previsíveis, acabam por ser mais do que suficientes para quem procura um automóvel deste tipo. Não é das propostas mais divertidas do seu segmento, mas acaba por conseguir ser uma “berlina rápida”. Mais do que a maioria das que vemos circular nas nossas estradas, pensemos assim.

Esta unidade estava bem-dotada de equipamento (menos as patilhas!), que tinha como destaque o Pack IntelliSafePro, que dota este S60 com o Pilot Assist, uma condução semiautónoma (das melhores da atualidade). No final a fatura, que soma ainda mais opcionais como o sistema de som by Harman Kardon (861€), Pack Light (1.070€) ou as bonitas jantes de 19’’ (584€).

No final, o Volvo S60 T5 R-Design está naquele meio termo entre uma berlina familiar, e uma berlina desportiva. Um balanço entre conforto de utilização, com uma performance acima da média. Somando, o resultado é um automóvel que se torna um verdadeiro prazer de utilizar, seja em cidade, em autoestrada ou então numa estrada mais retorcida de montanha, onde o resto da família ficou em casa.


Volvo S60 T5 R-Design

Especificações:
Potência – 250cv às 5500rpm
Binário – 350Nm às 1800-4800rpm
Aceleração dos 0-100 (oficial): 6,5s
Velocidade Máxima (oficial): 240km/h
Consumo Combinado Anunciado (Medido) – 7,4l/100km (8,8l/100km)

Preços:
Volvo S60 desde: 47.353€
Volvo S60 T5 R-Design desde: 50.428€
Preço da unidade ensaiada: 57.867€


Conhece aqui a irmã deste S60, neste caso a mais frugal D4:

Volvo V60 D4 Momentum: “Senhora Carrinha”

 

 

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!