Início Ensaios Toyota Corolla Touring Sports 1.8 Hybrid

Toyota Corolla Touring Sports 1.8 Hybrid

Toyota Corolla Touring Sports 1.8 Hybrid
0
0

“A lógica preferida”

 

Sabem? Quando conheci a nova geração Corolla, houve uma variante do modelo que me chamou a atenção: a Touring Sports. Porquê? Porque nós, em Portugal (e na Europa), gostamos muito de carrinhas, mas também porque é a melhor maneira do Corolla, e principalmente esta Touring Sports, provar que tomou parte do lugar deixado vago pelo Avensis, que terminou a sua carreira sem ter sucessor em vista.

Este nome Corolla, que já veio “impresso” na traseira de  mais de 45 milhões de unidades, chegou à sua 12ª geração com três silhuetas, e esta Touring Sports é a mais familiar de todas, que com mais 25 cm que o Hatchback oferece um maior espaço para os ocupantes e respetivas bagagens, tendo por base a nova plataforma TGNA (GA-C), aquela que também é usada no C-HR, Prius e até no “burguês” Lexus UX.

Os benefícios apresentam-se tanto no capítulo dinâmico como no espaço a bordo, mas antes temos de falar de um outro capitulo, o da estética.



É bem mais original que a “antiga” Auris, isso é uma constatação de facto, com a Corolla Touring Sports a contar com bem mais superfícies acutilantes, ou linhas que atravessam painéis. Está oriental, mas não em demasia, e também mais dinâmica, sem cair em excessos. A dianteira é uma secção bem conseguida, com os faróis esguios a incorporarem-se bem na grelha superior, onde se destaca o para-choques mais moderno.

A lateral consegue ser harmoniosa, mesmo nesta cor vermelha mais garrida, que por sinal lhe fica muito bem, com a traseira a passar “no teste”, sendo sempre uma área mais complicada de agradar, mas que aqui conseguiu ser domada pelos designers da marca japonesa, criando uma secção mais tradicional que o Hatchback, onde se destacam os generosos grupos óticos translúcidos.

Passando para o interior, a evolução está no mesmo nível que no exterior, os materiais são agora mais cuidados, o desenho é mais agradável e fluído, conseguindo manter uma boa ergonomia. O painel de 7’’ polegadas digital, que serve de painel de instrumentos, é completo e é ponto de destaque num habitáculo que apresenta um bom conforto aos seus ocupantes, enquanto o monitor central de 8’’ polegadas foi também revisto, mas que ainda não está ao nível das referências do segmento no que toca ao seu “conteúdo”.



Outro ponto de realce vai para a alavanca da transmissão CVT que tem agora um aspeto mais normal, ao contrário do que acontece no Prius, ou na anterior geração “com nome antigo” …

O os lugares traseiros apresentam uma boa quota de habitabilidade, com espaço abundante, conseguindo por isso transportar três adultos sem problemas, mérito da nova plataforma que também lhe confere uma das maiores bagageiras face às suas rivais, com 598L, não apresentando constrangimentos do grupo de baterias que se aloja sob o piso desta Corolla Touring Sports.

Em condução, a verdadeira novidade vai mais para o comportamento e dinâmica, do que para o propulsor, isto porque é o já conhecido 1.8 Hybrid que é usado no C-HR e que desenvolve 122cv, conectado à transmissão CVT. Sim, não é a mais agradável, mas tem-se revelado a mais eficiente, e aqui, é o que interessa.

A bateria regenera-se muito rapidamente (em desaceleração e travagem) e garante a possibilidade de circular muito tempo “silencioso”, ou seja, sem gastar uma gota de combustível.

Ou seja, neste automóvel acabamos por baixar os consumos em cidade, mesmo que em vários momentos notássemos que a luz verde EV se acendia no painel mesmo acima dos 100km/h. Com isto, o consumo final, sem cuidados de maior, ficou nos 4,9l/100km, num percurso misto com muita cidade. Faz pensar, não é?

Dinamicamente, o Corolla Touring Sports logo à partida não é um automóvel para muitas aventuras (as prestações acabam por nos introduzir logo isso), mas o chassis equilibrado e rígido garante segurança para quem vai ao volante, mesmo em situações de emergência. A direção é leve sem ser demasiado “artificial”, enquanto o acerto da suspensão na carrinha pareceu estar ainda mais bem afinado do que no Hatchback.

Provamos assim que a Toyota Corolla Touring Sports é uma boa opção.


Toyota Corolla Touring Sports 1.8 Hybrid Confort + Pack Sport

Especificações:
Potência – 122cv
Binário – 142Nm
Aceleração dos 0-100 (oficial): 11,1s
Velocidade Máxima (oficial): 180km/h
Consumo Combinado Anunciado (Medido) – 3,5l/100km (4,9l/100km)

Preços:
Corolla Touring Sports Hybrid desde: 26.580€*
Preço da versão ensaiada: 31.422€*
*com campanha em vigor


Para te ajudar a passar estes tempos mais complicados
vê o anúncio ao
Toyota Corolla na Venezuela em 1986.
Espero que gostes 🙂 

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!