Início Notícias Toyota apresenta GR86 que chegará à Europa

Toyota apresenta GR86 que chegará à Europa

Toyota apresenta GR86 que chegará à Europa
0
0

“O regresso do purista”

 

Há vida para lá dos SUV e a Toyota tem provado isso com os seu lançamentos “GR”. Agora, o GT deu lugar a esse prefixo, passando-se a chamar GR86, mas que continua com os mesmos ingredientes que o farão tornar, tal como o GT86, num automóvel de culto: tracção traseira, silhueta coupé e motor boxer aspirado.

O sucessor do GT86 que vendeu 200.000 unidades, chegará à Europa já a partir do outono, com mais potência proveniente do seu novo motor 2.4 D-4S que debita 235cv às 7000 rpm e 250Nm de binário máximo às 3700rpm. Graças a esse incremento de potência e em conjunto com um peso que está agora mais baixo (1270kg), a aceleração dos 0 aos 100km/h demora 6,3 segundos, uma redução em mais de um segundo face ao seu antecessor.

Ainda quanto ao peso, isso foi possível graças à incorporação de elementos em alumínio, como é o caso do tejadilho e para-lamas, mas também devido a diferentes materiais de insonorização e estrutura dos bancos. A rigidez torcional, segundo a Toyota, foi incrementada em 50% de forma a oferecer uma maior prazer de condução, enquanto a aerodinâmica também teve papel fulcral no desenvolvimento deste novo coupé, como é possível ver nas fotos.

As ligações ao solo são feitas por uma suspensao do tipo MacPherson na frente, enquanto atrás foi escolhida a solução de tringulos sobrepostos, com o alcatrão a ser pisado por pneus 215/40 montados em jantes de 18 polegadas, continuando a ser uma solução pouco dispendiosa na hora de “trocar o calçado”.

Também no interior são visíveis as diferenças, mas também semelhanças com o seu “primo BRZ” apresentado há cinco meses. O painel de instrumentos é agora digital, com um ecrã multimédia melhorado e de maiores dimensões.

Como foi dito, o modelo chegará ao mercado Europeu por altura do Outono, com as diferenças de preço a não serem, por enquanto, conhecidas.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!