Início Notícias O renovado Jeep Compass é o primeiro da “Era Stellantis”

O renovado Jeep Compass é o primeiro da “Era Stellantis”

O renovado Jeep Compass é o primeiro da “Era Stellantis”
0
0

“Compasso afinado”

 

A Jeep apresentou hoje a renovação do Compass, modelo responsável por uma importante fatia de vendas na Europa, que graças aos melhoramentos no design, no interior, na tecnologia ou na sua gama de motores, quer continuar a ser uma proposta atual e tomada em conta pelos clientes que procuram um SUV médio.

O Jeep Compass destaca-se da maioria da concorrência graças às suas maiores aptidões fora de estada, algo que a marca não quis prejudicar com esta renovação. Assim, o exterior apresenta no seu aspeto renovado uma aparência mais moderna, com uma sensação de maior largura graças a vários elementos horizontais. O para-choques conta com um novo arranjo, que lhe dá também um maior dinamismo em termos de design, enquanto os grupos óticos foram também revistos, tal como a grelha que está agora mais vertical e dividida em duas secções.

Atrás também se encontram diferenças, embora mais ténues, mas que são bastante diferentes tendo em conta as versões. No Limited, por exemplo, encontramos um estilo mais elegante, com mais superfícies pintadas no tom da carroçaria, com a versão S a ter alguns pormenores em cinzento escuro assim como jantes de 19 polegadas.

Se olharmos para o Trailhawk, a versão mais aventureira, o Compass passa a ser um verdadeiro Jeep, graças a melhores ângulos para o “off-road”. Qualquer que seja a versão, as jantes também contam com novos desenhos.

Passando para o interior, é notória a evolução. Começando no novo painel de instrumentos digital de 10,25’’, passando pelo novo sistema multimédia (que pode ir das 8,4 às 10,1’’ polegadas) ou o próprio desenho do tablier.

O sistema multimédia, colocado no topo do tablier, é agora capaz de integrar os smartphones por Android Auto ou Apple CarPlay sem fios, e mais rápido no seu funcionamento graças a um novo processador, que também lhe permite comandos por voz mais inteligentes.

No que toca aos espaços de arrumação, a Jeep trabalhou nisso oferecendo agora mais 4,4L de espaços face à versão que se prepara para se despedir. O estilo está mais moderno e, pelas imagens, parece ter contado com um elevado salto qualitativo.

Antes de passar para os motores, este Compass é o primeiro Jeep a ser comercializado na Europa que conta com condução autónoma nível 2, graças ao sistema ADAS, que engloba, entre outros, reconhecimento de sinais, alerta de atenção do condutor, travagem de emergência com reconhecimento de peões e ciclistas, ou assistente ativo de via.

A gama apresenta-se com cinco níveis (Sport, Longitude, Limited, S e Trailhawk), assim como cinco diferentes combinações de motor/transmissão (onde se incluem motores gasolina, diesel ou hibrido plug-in, transmissão manual ou DCT, assim com tração dianteira ou integral).

A gama começa no 1.3 Turbo com potência entre os 130 ou 150cv, com transmissão manual ou DDCT respetivamente, passando para o 1.6 Diesel com 130cv. Ambos os motores já cumprem com a norma Euro 6D Final. A gama híbrida está disponível em duas variantes: 190 ou 240cv, ambas ligadas a uma transmissão automática de seis velocidades e tração às quatro rodas eAWD.

Na altura de lançamento, será a série especial “80th Anniversary” a fazer as honras. Esta edição comemorativa é identificada por elementos de estilo exclusivos, como emblemas e jantes de liga de 18”. Esta versão está também mais recheada de série, com sistema Full LED e de acabamento Cinzento Neutro seja nas jantes, na grelha dianteira, na faixa inferior decorativa ou nas capas dos espelhos e barras do tejadilho. Aplicações em Preto Brilhante adornam os painéis inferiores, os guarda-lamas e as molduras do tejadilho e dos faróis de nevoeiro.

No interior estão igualmente os novos conteúdos tecnológicos, assim como tablier revestido de pele Nappa preta, estofos em pele sintética e tecido com padrão de diamante com pespontos em Cinzento Diesel e inscrição “80th Anniversary”.

O modelo deverá chegar aos concessionários da marca já nos próximos meses, com o preço a não ser ainda conhecido.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!