Início Notícias SEAT Tarraco recebe “tratamento” e-Hybrid

SEAT Tarraco recebe “tratamento” e-Hybrid

SEAT Tarraco recebe “tratamento” e-Hybrid
0
0

“Importante adição”

 

Após a introdução do Leon e-Hybrid, a SEAT lança em Portugal o Tarraco e-Hybrid, o SUV eletrificado da marca espanhola, que junta os quase 50km em modo elétrico aos 245cv de potência.

O SEAT Tarraco e-Hybrid estará disponível em duas versões, a mais sóbria XCellence e a mais desportiva FR, com um preço que se inicia nos 48.429€. Segundo a marca, esta versão eletrificada será responsável por 25% das vendas da gama neste ano de 2021.

O Tarraco e-Hybrid usa o conjunto já conhecido, composto pelo motor a combustão 1.4 TSi com 150cv, em conjunto com um motor elétrico que lhe dá a potência global de 245cv 3 um binário de 400Nm. Ao contrário das versões convencionais, apenas a combustão, este Tarraco conta com uma transmissão DSG de seis relações ao invés das sete.

O modelo pode circular em modo totalmente elétrico até aos 140km/h e conseguir uma autonomia máxima anunciada de 49km graças à bateria com 13kWh de capacidade. A marca anuncia ainda um consumo nos primeiros 100km de apenas 1,9L/100km, conseguindo uma autonomia máxima de 730km sem necessidade de “ir à bomba”.

A dinâmica não foi esquecida, cm este modelo a ser capaz de cumprir a tarefa dos 0 aos

100km/h em apenas 7,5s, até chegar a uma velocidade máxima de 205km/h.

Este modelo vê a sua capacidade de carga reduzida para os 610 litros (760 litros nas versões a combustão de cinco lugares). Quanto a carregamentos esses podem demorar 5h00 numa tomada doméstica ou 3h30 numa Wallbox.

O SEAT Tarraco e-Hybrid, produzido na Alemanha na fábrica de Wolfburg, já pode ser encontrado nos concessionários da marca.

 

SEAT Leon eHybrid: Gasolina e kWh em perfeita harmonia

 

 

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!