Início Notícias Salão Internacional de Genebra 2018 – Parte I

Salão Internacional de Genebra 2018 – Parte I

Salão Internacional de Genebra 2018 – Parte I
0
0

“De Abarth a Honda”

O mês de Março é um dos meses mais cobiçados do ano para qualquer seguidor assíduo deste mundo que respiramos. Significa que chegou mais uma montra de tecnologia e repleta de novidades do sector automóvel, o Salão Internacional de Genebra.

Dada a quantidade de informação a reter, iremos destacar as principais novidades, dividindo este artigo em três partes. Vamos a isto?

Abarth

Tal como anunciámos aqui, a Abarth aproveitou o certame para dar a conhecer uma nova versão do 124, o Abarth 124 GT!

Ainda em exposição, também não poderia faltar o escorpião mais pequeno da família, aqui sob a forma de um 695 Rivale.

Alfa Romeo

A dominar o stand da marca de Milão, a família Quadrifoglio marcou a sua presença com as versões NRING. De edição limitada a 108 unidades cada, o Stelvio Quadrifoglio NRING e o Giulia Quadrifoglio NRING terão como equipamento de série os bancos Sparco e travagem carbo-cerâmica, entre outros vários elementos em fibra de carbono, como a manete e espelhos, e, em estreia no Giulia, um novo tejadilho em fibra de carbono.

Ainda em exposição, a Alfa Romeo decidiu mostrar o Giulia Veloce TI e o Stelvio Super com o novo Performance Pack. Lado a lado com o Veloce TI, o Alfa Romeo Giulia Super mostra ainda o Luxury Pack, consistindo numa atractiva combinação de pele bege com madeira de carvalho.

Não dando apenas atenção ao luxo, a atitude desportiva da marca fez-se sentir, também, pela presença de duas edições especiais do Alfa Romeo 4C, para o coupé e spider, “Competizione” e “Italia”. Enquanto que o “Competizione” assume um carácter mais desportivo, acentuado pela cor Vesuvio Grey e a opcional decoração, e o escape central em titânio Akrapovic, o “Italia” distingue-se pela cor Misano Blue, com as pinças e as costuras a combinarem em amarelo. Tal como as versões NRING, cada uma destas edições especiais está limitada a 108 unidades.

Alpine

Como referido aqui, a Alpine decidiu mostrar duas novas versões, Pure e Légende, assim como desenvolvimentos em torno do mundo da competição automóvel. Foi assim apresentado o Alpine A110 GT4, que irá competir na SRO European GT4 Series, marcando ainda presença nalgumas competições como Spa 24H.

Curiosamente, além de manter a estrutura em alumínio e o motor 1.8 da versão de estrada, o GT4 também mantém o módulo de ar condicionado, o que poderá ajudar em provas de resistência!

Aston Martin

A marca britânica não desiludiu, fazendo a apresentação mundial do novo Aston Martin Vantage, assim como apresentou a sua versão de competição para o campeonato mundial de endurance, o Aston Martin Racing’s 2018 WEC Vantage GTE, e ainda, pela primeira vez, colocou, lado-a-lado, as variantes Coupe e Volante do DB11.

Apresentado por Christian Horner e Adrian Newey, e apontado como uma das maiores surpresas do certame, o Aston Martin Valkyrie AMR Pro não deixou ninguém indiferente assim como mantém a promessa de uma performance de suster a respiração, apresentando uma motorização V12 Híbrida, que irá desenvolver mais de 1100cv e uma nova aerodinâmica, que gerará mais de uma tonelada de downforce. Pode-se dizer que o Aston Martin Red Bull Racing F1TM não está mal acompanhado!

Com o desejo de se tornar a primeira marca de luxo de zero emissões de poluentes, foi apresentado o Lagonda Vision Concept, que prevê a nova linguagem de estilo a ser apresentada em dois potenciais novos modelos da Lagonda, que poderão sair até 2023.

Audi

De Ingolstadt, a atenção centrou-se no novo Audi A6, sobre o qual demos a conhecer as principais novidades, aqui, e no Audi e-tron prototype. O Audi e-tron prototype antevê como será o primeiro de três automóveis totalmente eléctricos a serem lançados pela marca até 2020. Actualmente, a Audi tem 250 protótipos camuflados em testes por todo o globo de forma a avaliar o comportamento nas condições mais adversas.

Ainda em parceria com a Airbus e a Italdesign, a Audi apresentou em Genebra o “Pop.Up Next”, um protótipo inteiramente eléctrico, capaz de se mover na estrada ou no ar, graças a um drone, evitando assim problemas de tráfego.

Bentley

Surgindo de uma necessidade dos tempos que decorrem, de forma a manter a pegada ecológica o menor possível, a Bentley foi a Genebra apresentar aquele que é o primeiro híbrido de luxo, o Bentayga Hybrid. O novo modelo plug-in hybrid combina um motor eléctrico com um motor V6 de nova geração, prometendo emissões de CO2 em torno das 75g/km e um carregamento em apenas 7.5 horas, numa tomada comum.

Ainda de volta do seu SUV de luxo, a marca aproveitou para mostrar a nova versão equipada com motor V8, situando-se imediatamente abaixo do imponente W12, com cerca de 550cv e 770 Nm, mantendo a performance ao nível Bentley, cumprindo o clássico 0-100km/h em apenas 4.5s e atingindo uma velocidade máxima de 290km/h.

BMW

A marca bávara não poupou em novidades no Salão de Genebra, a começar pelo BMW Concept M8 Gran Coupe, que antevê as linhas do futuro Série 8, a ser lançado em 2019. Mostrando formas musculadas e, ao mesmo tempo, elegantes, torna-se num bom augúrio para o regresso da série 8.

Em estreia mundial, a marca apresentou ainda o novo BMW X4, um Sports Activity Coupe que, tal como o BMW X6, se distingue pela carroçaria em formato coupe de quatro portas, ocupando uma posição baixo no mercado. O X4 partilhará a maioria das motorizações com o série 4 e esperam-se ainda duas versões que virão acompanhadas de um tratamento M Performance.

Ainda presentes no stand, destaque para o restyling do Série 2 Active Tourer, para o novo BMW X2, que faz a sua estreia na Europa, para o mais puro, e edição limitada, BMW M3 CS, e, por fim, em estreia europeia, o novo BMW i8 Roadster.

Bugatti

O peso pesado do mundo automóvel compareceu no Salão Automóvel de Genebra mais “magro”, vendo o seu peso reduzido em apenas 18kg. O Bugatti Chiron recebe assim a versão Sport que mantém a mesma potência e performance, embora significativamente mais ágil e com melhor dinâmica, graças a uma suspensão mais firme e a uma nova função Dynamic Torque Vectoring. Estas diferenças garantiram um corte de 5 segundos no circuito Nardò, demonstrando uma experiência de condução largamente melhorada.

Citroën


A novidade de destaque no stand Citroën já foi referida por aqui, o novo Berlingo, a ser produzido em Mangualde!

Cupra

A recém-nascida marca começou por apresentar o seu primeiro modelo, o Cupra Ateca. Baseado no Seat Ateca, aqui equipado com o mesmo motor do Seat Leon Cupra, com 300cv, 4Drive e uma nova caixa DSG de 7 velocidades, promete cumprir o clássico 0-100km/h em apenas 5.4 segundos e ainda atingir uma velocidade máxima de 245 km/h.

Também em estreia, foi apresentado o Cupra e-Racer, um turismo de competição 100% elétrico, com uma potência contínua de 408cv que, no seu pico, apresentará valores a rondar os 680cv! Atingirá velocidades máximas de 270 km/h cumprirá os 0 aos 100 km/h em apenas 3,2 segundos. Espera-se que este concept venha a entrar em pista já em 2019, no recém anunciado E-TCR.

Dacia

A Dacia também marcou presença no Salão Automóvel de Genebra, mostrando uma nova edição limitada na gama Stepway. Esta edição limitada oferece um novo visual e inclui pela primeira vez AC automático no Sandero e no Logan MCV.

Ferrari

No stand do cavallino rampante, as atenções viraram-se sobre o novo Ferrari 488 Pista, do qual poderão saber mais aqui! Com uma ligação mais acentuada à tecnologia e know-how do mundo da competição automóvel, uma maior extensão de uso de materiais nobres e 720cv, é “só” mais um Ferrari de suspirar…

Fiat

A Fiat aproveitou este certame para alargar as denominações “S-Design”, que testámos no Tipo SW, ao Tipo de 5 portas, ao 500X e ao 124 Spider. Um visual mais desportivo e equipamento específico distinguirão estas novas versões. Ainda na gama 500, uma nova série, “Mirror”, aplicada a toda a gama, promete colocar a tecnologia num pedestal, recebendo as últimas inovações tecnológicas.

O Fiat 500 recebe ainda uma nova edição limitada, “Collezione”, que combina materiais exclusivos com cores exclusivas, no mais puro estilo do Fiat 500. Estará disponível, também, na versão cabrio.

Ford

A marca americana apresentou a nova e terceira geração do Edge, que receberá um novo e mais eficiente motor EcoBlue, de 2.0 e 238cv, assim como assistências à condução avançadas, dando continuação a uma história com mais de 50 anos no mundo dos SUV, que começou com o Ford Bronco.

Além de uma nova versão do simples KA+, Active, a Ford aproveitou para apresentar aquele que é, para nós, o maior destaque no stand e que não defrauda a memória de uma das personagens mais carismáticas protagonizadas por Steve McQueen, Frank Bullitt. Sendo já tradição, o novo Mustang recebe a versão Bullitt, celebrando os 50 anos do mítico filme.

Apenas disponível em duas cores, Shadow Black ou a clássica Dark Highland Green, acompanhado de jantes de 19” específicas, bombas de travagem Brembo vermelhas e uma tampa de combustível alusiva ao tema. O Mustang Bullitt estará equipado com um V8 de 5.0L que debitará 464cv e 529Nm. Aliado a uma nova tecnologia de rev-matching, espera-se que o “rumble” típico dos V8 aumente a experiência de condução, e pormenores como o ecrã de boas vindas a mostrar-se em verde com uma imagem do carro, em vez do “mustang”, marcarão, sem dúvida, a diferença.

Honda

O novo CR-V já tinha sido referido por aqui e marcou presença no Salão Automóvel de Genebra, sendo uma das principais novidades da marca.

Por falar em novidades, o Honda Jazz recebe uma versão mais aventureira, denominada X-Road. Esta versão distingue-se pelas abas das cavas das rodas em plástico preto e por protecções inferiores em cinzento nos párachoques. O visual exterior é complementado com jantes de 16 polegadas e estará equipado com o motor 1.3L de 103cv, acoplado a uma caixa manual ou CVT.

A pensar no futuro, a Honda anunciou que irá aceitar encomendas para aquele que será o seu primeiro veículo 100% eléctrico de produção em massa, já em 2019. Será baseado no Urban EV Concept.

Rodrigo Inocêncio Fotógrafo e colaborador do Motor O2, tem 26 anos e é um apaixonado pelo mundo automóvel desde que veio a este mundo, sendo que ainda mal falava e já apontava o dedo e dizia o nome das marcas! Aprecia condução pura e emotiva e novas tecnologias, pelo que o seu gosto automóvel é tão variado que tanto adora um automóvel tão puro como um Morgan 3 Wheeler, como adora algo tão hi-tech como um Audi A8.