Início Ensaios Conhece os renovados SUV Peugeot 3008 e 5008

Conhece os renovados SUV Peugeot 3008 e 5008

Conhece os renovados SUV Peugeot 3008 e 5008
0
0

“Pontas de lança” 

Uma receita de sucesso, é isso que a Peugeot conseguiu nos seus SUV 3008 e 5008, duas propostas que conquistam um público que parece não ficar cansado das suas linhas futuristas e que levaram a marca numa nova direção. Mas para que isso não aconteça num futuro próximo, a marca renovou ambos os modelos com novidades em todos os campos.

Estéticamente, os novos Peugeot 3008 e 5008 recebem agora uma nova dianteira, que nos começa a desvendar mais sobre os seus futuros modelos, como por exemplo no novo 308, enquanto dá a este SUV uns grupos óticos semelhantes ao já utilizados pelo familiar 508 e pelo utilitário 208.

Na traseira, o 508 volta a servir de inspiração, com os farolins a estarem agora escurecidos e compostos apenas por LED. Para revestir os exteriores, há novas cores, incluindo o Azul Vertigo, cor estreada no 208 e também pode ser escolhida no renovado 308. Para além de tudo isto, passa ainda a existir um novo Pack Black, que “tinge” muitos dos cromados para preto, enquanto também estão disponíveis novas jantes de 19’’ polegadas.



No interior, estes modelos recebem uma evolução do i-Cockpit, que se destaca por uma visibilidade “por cima do volante” e que passa a contar agora com sistema de visão noturna, que alerta ainda a possibilidade de atropelamento de pessoas ou animais, através de vários níveis de alerta antes da travagem automática entrar em acção. Para além disso, muitos outros elementos ajudam a uma condução mais segura (e semi-autónoma), como é o caso do cruise-control adaptativo, sistema de leitura de sinais de transito, ou assistente ativo de permanência na via.

O ecrã central cresceu para as 10’’ polegadas, enquanto a madeira mais escura é responsável por um toque mais premium nas versões mais equipadas.

Passando para os motores, aqui também existem novidades. A gama inicia-se com o 1.2 PureTech de 130cv, com possibilidade de escolha entre a manual de seis velocidades ou automática de oito. A novidade nos motores a gasolina está no 1.6 PureTech de 180cv, escolha exclusiva com transmissão EAT de oito relações. Este conjunto já pode ser encontrado no Peugeot 508 e que podes ler aqui.

O diesel deixa de ser cada vez mais o preferido, com uma queda nas vendas, mas a marca continua a dispor do 1.5 BlueHDi de 130cv como um “cavalo de batalha”, escolha única no 3008, mas que no 5008 é um das escolhas, com a possibilidade do cliente poder contar com um diesel mais possante, o 2.0 BlueHDi de 180cv, unidade que me calhou nesta apresentação.



No sentido oposto do diesel, os híbridos crescem nas vendas, com a Peugeot a estimar aumentar ainda mais no próximo ano. Disponível somente para o 3008, estes sistemas unem-se ao motor 1.6 PureTech para oferecer 225 ou 300cv, a primeira com tracção dianteira, enquanto a mais potente é integral. Ambos são do tipo Plug-In, o que permite uma maior ajuda para empresas, assim como possibilidade de andar mais de 50km em modo “zero emissões”.

O contacto foi curto, mas deu para entender que o Peugeot 5008 continua a ser um automóvel bastante capaz e uma das melhores opções no seu segmento, principalmente nos sete lugares, onde a concorrência não é muita. Os seus números de venda exibem isso mesmo, sendo o líder destacado neste nicho. A sua condução exibe alguma dose de dinâmica, graças a um chassis competente (mesmo tendo em conta as suas dimensões) e um motor bastante capaz, com os seus 180cv e 400Nm a estarem a ser bem auxiliados pela suave e rápida transmissão EAT8.

Claro que aferir consumos num curto contacto não é ideal, mas pode-se esperar menos de 7L/100km neste conjunto, sem muita dificuldade. Já o espaço, é abundante: três lugares individuais na segunda fila, uma bagageira com 780L, assim como dois lugares de recurso que podem ser escondidos sob o piso da mala.

A gama está dividida em três patamares: Active, Allure e GT. Todos eles passam a ter a possibilidade de contar com um Pack específico que faz a “ponte” entre os diversos níveis.

Os preços começam nos 32.450€ para o 3008 Active com motor a gasolina de 130cv e transmissão manual. Com os híbridos a começarem nos 46.635€ para o 225cv e os 51.635€ para a variante de 300cv. Quem quer diesel, precisa de desembolsar desde 36.070€.

Já o Peugeot 5008 tem uma gama a começar nos 34.160€ para o mesmo conjunto que “abre” a gama do 3008, o diesel inicia-se nos 38.060€, enquanto o topo de gama GT Pack com o motor diesel de 180cv ascende aos 54.440€.

Os modelos poderão ser encontrados nos concessionários da marca já no primeiro mês de 2021.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!