Início Notícias “O luxo Francês está vivo” – DS 4 faz a marca regressar ao segmento C

“O luxo Francês está vivo” – DS 4 faz a marca regressar ao segmento C

“O luxo Francês está vivo” – DS 4 faz a marca regressar ao segmento C
0
0

“Assalto aos alemães”

 

Depois do DS7, DS3 Crossback e do DS9 que ainda não chegou até nós, a DS Automobiles apresentou hoje o DS4, o seu modelo de luxo de segmento C que quer atacar os três modelos alemães (Série 1, A3 e Classe A) que dominam a secção premium deste segmento. 

O novo modelo assenta na plataforma EMP2, bastante leve e completa, que permite uma completa oferta de motorizações e tecnologias. O modelo mede 4,40m, com uma largura de 1,83m e uma altura de apenas 1,47m. Na dianteira é visível a nova assinatura da DS, com os faróis a contarem com tecnologia DS Matrix LED Vision, para além da grelha adiamantada, típica da marca francesa.


 


No exterior destaque ainda para as suas linhas conceptuais, muito evidenciadas por umas jantes que podem ir até às 20 polegadas. Na traseira, a DS também não se poupou e criou um automóvel de linhas impactantes, quase conceptuais, com muitos elementos que trabalham com as sombras e os vincos para criarem um automóvel com imagem muito dinâmica. 

Passando para o interior, existem muitas novidades. A marca chama ao seu novo desenho de “Digital Seamless Cockpit”, ou seja, quer com isto apresentar um interior “descomplicado” e que não “canse” o condutor. Para isso usa elementos como o DS Smart Touch que é um segundo ecrã central onde o condutor e passageiro podem controlar mais facilmente as funções, assim como outros elementos como saídas de ventilação “invisíveis” ao centro. 

Para além de tudo isso há um maior cuidado com a montagem e com as escolhas de materiais, nomeadamente nos novos bancos que contam com uma espuma mais densa para oferecer um superior conforto aos ocupantes. A bagageira varia entre os 430 e os 390L de capacidade. 


 


No campo da tecnologia, o novo DS 4 também está bem recheado. Para além dos faróis com LED Matrix, o modelo conta ainda com condução semi-autónoma nível 2, Active Scan Suspension (semelhante à que encontramos no DS7) e que analisa a estrada de forma a “amolecer” ou “endurecer” a suspensão à sua passagem. O modelo conta também com um novo sistema Head-up display de grandes dimensões e mais informativo, projetando mesmo o mapa da navegação diretamente no vidro.  

O modelo, que chegará no quatro trimestre de 2021, contará com diferentes estilos de carroçaria. O DS 4, DS 4 Cross para quem quer uma imagem mais aventureira e o DS 4 Performance Line para quem não dispensa a imagem desportiva. Qualquer que seja a escolha, o modelo contará com motores a combustão normais (gasolina e diesel), mas também com uma variante Plug-In Hybrid, que conjuga o motor 1.6 PureTech com um motor elétrico, debitando 225cv de potência. 

Os preços ainda não são conhecidos.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!