Início Notícias Novo KIA EV6 mostra no presente o futuro da marca

Novo KIA EV6 mostra no presente o futuro da marca

Novo KIA EV6 mostra no presente o futuro da marca
0
0

“A outra face da KIA”

 

Este é o EV6, um crossover-coupé que representa também as pedras basilares do que será o futuro design do construtor sul-coreano.

Este é mais um elétrico para a KIA, que se juntará ao e-Niro e ao e-Soul, mas este EV6 é o primeiro a ser criado desde o primeiro momento para ser apenas e só elétrico. Isso dá-lhe também uma maior liberdade no que toca ao design.

Olhando para ele, a primeira ideia que nos vem à cabeça é: “onde está o Tiger Nose?”, grelha que se destaca nos modelos da KIA. Pois, no EV6 ausenta-se, já que Karim Habib (que veio da BMW) criou uma nova expressão, que é também a nova filosofia de design. “Opposites United” é como foi chamada, indo buscar inspiração ao contraste entre a natureza e a humanidade.

A dianteira conta então com o “Rosto de Tigre Digital”, uma evolução do design atual dos modelos para esta nova era eletrificada. A verdadeira entrada de ar está na parte inferior, que garante uma otimização da aerodinâmica deste modelo. O perfil do EV6 é inspirado nos crossover, enquanto os grupos óticos, tanto dianteiros como traseiros, ditam muitas das principais linhas deste modelo pouco maior que o Ceed.



A traseira é a secção mais “fora da caixa” deste KIA EV6, com um pilar C inclinado e um estilo completamente diferente de outros modelos que conhecemos da marca. O desenho foi conseguido graças a um trabalho conjunto entre os três estúdios de design da marca, em Namyang, Frankfurt e em Irvine, na Califórnia.

O novo modelo assenta na plataforma E-GMP, a mesma do IONIQ 5, dedicada exclusivamente a modelos elétricos do grupo. O KIA EV6 utiliza dois motores, um em cada eixo, debitando em conjunto 300cv de potência. Ainda que não se tenha falado muito sobre a parte técnica deste novo modelo, o EV6 deverá contar com o mesmo esquema utilizado pela Hyundai no IONIQ 5, oferecendo duas capacidades de bateria (58 ou 72,6kWh) que podem alcançar uma autonomia de 500km.

Com isso, é esperado que o carregamento também seja rápido, com 5 minutos a servirem para recarregar 100km de autonomia, se ligado a um supercharger de 350kW. Mas isso só será sabido na sua apresentação oficial, que terá lugar durante este mês de Março, com a chegada ao mercado esperada para o segundo semestre de 2021.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!