Início Notícias Ford Mustang Mach-E GT é ainda mais rápido

Ford Mustang Mach-E GT é ainda mais rápido

Ford Mustang Mach-E GT é ainda mais rápido
0
0

“Mais elétrico”

 

A Ford levantou o véu do seu novo Ford Mustang Mach-E GT, uma variante mais desportiva do seu primeiro SUV totalmente elétrico. A grande diferença está agora na aceleração dos 0 aos 100km/h, que são cumpridos em 3,7 segundos.

A Ford parece ter, tal como a Tesla, a vontade de oferecer automóveis elétricos com cada vez mais performance. Para a Ford, o Mustang Mach-E “mostra o verdadeiro desempenho de um carro completamente elétrico, mas esta performance não tem qualquer valor sem a confiança necessária para a usar. As nossas iniciativas no âmbito do carregamento procuram evidenciar que os clientes do Mustang Mach-E podem usufruir da experiência de condução eletrificada do Mustang com a certeza de que poderão recarregar a bateria de forma rápida e fácil em toda a Europa”, disse Stuart Rowley, presidente da Ford Europa.

Este modelo graças aos 465cv tem a aceleração mais rápida da sua classe.

Quanto ao alcance, a Ford promete até 500km de autonomia, quase menos 110km que o Mach-E “mais tradicional” de longo alcance, capaz de acelerar em 5,1s. É uma questão de optar por performance ou autonomia. Quanto ao carregamento, este Mustang Mach-E GT, é capaz de um carregamento rápido de até 150kW, dentro da rede de carregamento Ionity. Ou seja, são 119km a cada 10 minutos…

Na estética, o Mach-E GT destaca-se pelas jantes de 20 polegadas e pelas pinças de travão pintadas de vermelho. No interior, são os bancos Ford Performance e o volante em alcantara que se destacam.

O lançamento do Ford Mustang Mach-E GT está previsto para o final de 2021, as entregas foram atrasadas no mercado Europeu devido à pandemia do coronavírus.

 

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!