Início Notícias Toyota “deixa” motores diesel até final de 2018

Toyota “deixa” motores diesel até final de 2018

Toyota “deixa” motores diesel até final de 2018
0
0

“Decisão arrojada”

Depois de impressionar com a decisão tomada em 2016, quando o lançamento do Toyota C-HR sem motorização diesel. A Toyota toma a mesma escolha quanto à nova geração Auris, que só será comercializada com motorização gasolina, bem como duas motorizações electrificadas com tecnologia híbrida.

Facto que é compreendido pela maior procura dos clientes por versões híbridas nos seus principais modelos. Isso levou a que a marca extinguisse os motores diesel de todos os seus veículos de passageiros até ao final de 2018. Uma decisão arrojada.

Mas vejamos:

Por exemplo, em 2017, os automóveis híbridos representaram 41% das vendas totais da Toyota Motor Europe, o que significou um aumentando 38% comparando com o ano anterior para 406 mil unidades Por outro lado, a percentagem de automóveis de passageiros diesel foi inferior a 10% em 2017 na gama Toyota.

Os motores diesel continuarão na gama, mas apenas nos veículos comerciais para atender às necessidades específicas dos clientes.

Mas ninguém melhor do que o presidente e CEO da marca na Europa, Johan van Zyl, para nos explicar: “Durante mais de 20 anos a Toyota tem sido pioneira na electrificação com a tecnologia híbrida. Durante vários anos as versões híbridas foram a motorização dominante quando disponibilizada.

No nosso novo modelo mais recente, o Toyota C-HR, a motorização híbrida representou 78% das vendas no ano passado.

Como parte da nossa estratégia de veículos electrificados, estamos a ampliar progressivamente a nossa oferta híbrida com um segundo e mais poderoso motor 2.0L. Começando com a nova geração Auris, esta expansão da gama de motorizações híbrida é uma reacção natural à procura dos nossos clientes de veículos de passageiros.”

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!