Início Lifestyle Weekend Roadtrip: Zambujeira do Mar

Weekend Roadtrip: Zambujeira do Mar

Weekend Roadtrip: Zambujeira do Mar
0
0

“Zmar EcoResort com Seat Arona: Retiro ecológico”

Muitos de nós queremos sair da rotina, dos nossos “mundos poluídos”, e muitas vezes pensamos em alternativas dispendiosas, e que para além disso são propostas longínquas, o que nos faz despender de duas das coisas mais preciosas que temos: tempo e dinheiro.

E se vos desse a conhecer uma sugestão, que promete “esvaziar a mente” enquanto vos relaxa ou diverte, num dos locais mais bonitos do nosso Portugal? Falo-vos da belíssima Costa Vicentina, onde na Zambujeira do Mar se encontra um dos hotéis mais alternativos deste país, o Zmar EcoResort.

Este ‘eco-camping’ oferece nove tipos de alojamentos que podem albergar entre duas a seis pessoas, o que desde logo mostra que este tipo de ‘resort’ é tanto para uma escapadinha a dois, como para umas férias em família. Localizado num ambiente tipicamente alentejano, conta com uma dimensão de 81 hectares, onde se pode encontrar o exemplo de uma “pequena vila”. Senão, vejamos.

A entrada é feita por uma receção normal, mas depois de ter a nossa pulseira e o cartão do “quarto” (que também serve para pagamentos, já que no Zmar o dinheiro físico não entra), e mal passamos a cancela, entramos um “mundo à parte”, muito mais simples, onde podemos tanto circular de automóvel pelos trilhos de areia, de bicicleta ou mesmo de Kart a pedais. Para quem prefere caminhadas, existe mesmo um percurso com 1500m e que conta com várias estações de exercícios.

Mas ´é na “Villa” que tudo acontece. Ao centro, temos um pequeno mini-mercado, para que nada nos falte, assim como objetos que podemos levar de recordação, sempre com atenção e muita consciência pelo ambiente. Os restaurantes são logo ao lado, com o Frezco.Come a ser o local de jantar, um buffet para todos os gostos, existindo ainda um Bistro onde podemos degustar vinhos, assim como um café ou o Bar da Piscina, que se encontra ao lado desta.

E a piscina, é a alma desta zona. Com 100m de comprimento, podemos relaxar junto a ela e aproveita bem este “sol alentejano” com uma temperatura sempre amena, onde a profundidade máxima não é de mais de 1.60m, portanto, seguro para as crianças. Mas se não gosta tanto de estar ao sol, o que não faltam são sombras, ou uma piscina coberta, com ondas, que de hora a hora, durante 10 minutos divertem quem está por lá.

Mas é deixando o carro junto da nossa “cabana” e pegando numa bicicleta que descobrimos da melhor forma este pedaço de calma. Atenção, calma, mas não é silêncio, no Zmar há vida, com muitas crianças, mas com tudo a coexistir sem problemas. Como verão mais à frente.

Pelo caminho encontramos a “outra face” deste Eco-Resort: a aventura e o desporto. Seja Arvorismo (10 pontes, incluindo 2 slides), Ténis ou Padel, Tiro com ar ou mesmo um campo de futebol. Para quem gosta mais de estar no interior, não tem problema, existe sempre o ginásio.

Se o seu intuito é mais de relaxar, o Zmar também pensou nisso com um espaço para Yoga ou massagistas determinados em deixá-lo pronto para a sua “vida agitada”.

A noite cai, mas não é por isso que a diversão acaba. O buffet enche-se de pessoas, com um amplo espaço, onde nem os mais pequenos se queixam da variedade, enquanto lá fora se prepara, na tenda gigante, um espetáculo para eles. É normal isso acontecer no Zmar, a tal experiência familiar que vos falei acima. Nós, optámos por um baloiço e aproveitar para ver o céu estrelado, sem a “poluição” das luzes da cidade. Um verdadeiro luxo.

Quanto à “Zvilla T1 Eco” é um espaço prático, simplista, todo em madeira, onde podemos encontrar uma cama de casal, uma pequena casa de banho e uma kitchenette pronta para aqueles petiscos de “última hora”. Basicamente, aqui não é o luxo que importa, mas a simplicidade das coisas, puxando-nos a aproveitar o ar puro do campo.

A outra parte excelente do Zmar EcoExprience é o caminho, e obviamente nós, sendo um site automóvel, tínhamos de falar dele. Para virmos ter aqui, desfrutámos da boa companhia do Seat Arona, que nos fez descobrir bonitos pedaços de asfalto, e de muita terra batida junto à costa (como podem ver nas fotos). São pouco mais de 200km que separam a capital, da Zambujeira do Mar, mas que valem bem a pena.

A estrada nacional é a mais indicada, porém, aconselhamos a Auto-Estrada até Grândola e depois seguir daí, devido ao maior tráfego à saída de Setúbal (e também por ser mais direto, a piscina chama-nos…). Porto Covo com as suas paisagens, Sines ou Vila Nova de Milfontes com os restaurantes, fazem o resto!

O percurso é acessível, com o Seat Arona a pedir pouco mais de 28€ de combustível e mais 14€ de portagens, com o Zmar também a primar por isso, com um quarto equivalente a este a ficar a pouco mais de 100€ por noite, nesta altura do ano. Portanto, se ainda incluírem o almoço no caminho*, esta escapadinha fica-vos por pouco mais de 170€. Excelente proposta, não?

Sumário:

Distância: aproximadamente 400km
Onde aconselhamos almoçar: “Barato e tipico”, na Adega de Sines*, se houver tempo e a qualidade e atendimento for mesmo o que procura, na Tasca do Celso, no centro de Vila Nova de Milfontes.
Custos: aproximadamente 150€ (combustível, portagens e alojamento, sem alimentação)
Conselhos: evitar a auto-estrada e aproveitar a bela costa vicentina, e visitar as prais perto do Zmar, existem três em pouco mais de 10 minutos de caminho.
Para reservar: Clique aqui  e escolha a sua “villa” no Zmar.

Clica e vê as fotos do “Roadtrip” assim como as do interior do Zmar.

Agradecimentos: Seat Portugal e Zmar Eco Exprience   

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!