Início Ensaios FIAT 500 Anniversario

FIAT 500 Anniversario

FIAT 500 Anniversario
0
0

“Tanti Auguri a te, 500!”

O Fiat 500 é mais do que um simples automóvel. Lançado pela Fiat no pós-guerra, este modelo marcou gerações, e é ele próprio um símbolo de Itália. Que imagem mais carismática do que, imaginem: estar num final de tarde na cidade de Roma, com aquela luz alaranjada de um final de tarde de verão a incidir na esplanada onde estamos a “mangiare una bella Pasta”, com a música “Comme Prima” a sair pelos altifalantes. Olhamos para a estrada, graças ao estridente som de uma Vespa a passar, e vemos um casal italiano a bordo de um Fiat 500 pintado nesta tonalidade. Imaginas algo mais italiano?

Pois bem, nós não. O jovem “cinquecento”, como é carinhosamente conhecido, já tem 60 anos e decidiu reinventar-se há 10, numa nova geração mais moderna e contemporânea que tem conquistado muitos corações, principalmente no continente europeu.

Já por nós ensaiado diversas vezes e em varias versões, chegou a altura de “soprar as velas” nesta versão Anniversario, e meus amigos, se houver algo mais Italiano que isto, avisem-me!

No seu exterior são bem visíveis as diferenças, a começar pela exclusiva cor. O verde Riviera relembra-nos os anos sessenta, e que assenta muito bem nesta pequena carroçaria três portas, que ganha aqui nesta versão muitos elementos em cromado. Para além dos já normais, recebe novos apontamentos nas ‘conchas’ dos espelhos, bem como no friso ao centro do capot. No exterior é possível também reparar nos logos de tributo à época de lançamento deste modelo, com o mesmo a passar-se com as jantes brancas ‘vintage’, mas com uma dimensão moderna de 16’’ polegadas.

Mas o que o Fiat 500C sabe fazer muito bem é invocar o passado sem esquecer o presente, por isso o interior é icónico e ao mesmo tempo high-tech. O seu estilo Italiano está presente também nos bancos. Em pele e tecido, contam com um padrão riscado e com apontamentos da cor exterior, com o mesmo a ser verificado na faixa decorativa que percorre todo o tablier. Os tons creme dão uma maior luminosidade ao interior, o que aumenta ainda mais com a abertura do enorme teto em lona, que transforma este 500C num cabrio. Daí o “C” depois do algarismo…

O espaço a bordo é suficiente para quatro, obviamente. Os passageiros da frente vão bem confortáveis, mas a acessibilidade para os lugares traseiros até é simples. A bagageira não sai prejudicada em capacidade (185L) face ao 500 de teto rígido, contudo o acesso é dificultado.

Mas por um cabrio vale a pena, não é?

Esta versão exclusiva, e muito especial, é também muito bem equipada. Este Fiat 500C ‘Anniversario´ vem equipado de série com o sistema UConnect de 5’’ (se bem que contávamos com o opcional de 7’’) que já conta com rádio DAB, Bluetooth e Aux. O Ar condicionado manual já é de série, assim como o Cruise Control com limitador de velocidade.

Obviamente, esta unidade em ensaio contava com quase todos os opcionais, sendo os principais o sistema de som Beats®, ar Condicionado automático, sensores de estacionamento traseiros, sensores de luz e chuva, painel de instrumentos TFT, assim como o espelho interior electrocromático.

O Fiat 500C Anniversario está disponível em duas motorizações, uma diesel e outra a gasolina. Esta unidade contava com a gasolina, estando ao cargo do já conhecido1.2 com 69cv, com provas dadas, mostra que é suficiente para a cidade, “local de eleição” do Fiat 500C!

Não se espere grandes andamentos, não é para isso que este motor é feito, mas sim para ser silencioso, suave e pouco gastador. Graças a um bom escalonamento da caixa, que devemos destacar o bom posicionamento da alavanca, é possível extrair bem esta potência do pequeno bloco. E se pensa que por ter só 69 cavalos não é divertido, está redondamente enganado.

O som acaba por ser engraçado, o chassis é muito bem afinado e consegue ser comunicativo sem transferir desconforto aos passageiros, mesmo nas “crateras” que encontramos nas estradas da capital. Quanto aos consumos, estes ficaram pelos 6,3L por cada cem quilómetros percorridos em percurso misto, muito ajudados pelo sistema ‘Start & Stop’ que nos “suspende” os quatro cilindros enquanto o semáforo está vermelho.

O verde cai e o 500C arranca lado a lado com as scooters! A cidade torna-se mais simples com um “companheiro” como este. A Fiat criou um mito, e esta versão Anniversario comemora-o da melhor maneira, com estilo e tecnologia. E se optar pelo cabrio nesta cor, o Guincho vai começar a parecer a Costa de Amalfi!

FIAT 500C Anniversario 1.2 69cv

Especificações:
Potência – cv às rpm
Binário – Nm às rpm
Aceleração dos 0-100 (oficial): s
Velocidade Máxima (oficial): km/h
Consumo Combinado Anunciado (Medido) – l/100km (l/100km)

Preços:
Fiat 500C desde: 17.601€
Preço da versão ensaiada : 18.050€
Preço da unidade ensaiada: 19.675€

Carrega nas fotos e vê este Fiat 500 Anniversario em detalhe:

Fiat 500C Anniversario
14.1 Pontos
O que gostámos mais:
- Aspecto Exterior e Interior - Qualidade de construção - Condução em cidade - Conforto
O que gostámos menos:
- Motor "curto" em trajectos extra-urbanos - Performances - Acesso e Volumetria da bagageira
Resumindo e concluíndo:
O FIAT 500 é uma das melhores propostas do segmento. Continua bem actual, e esta versão "C" dá-lhe mais um atributo extra. A versão Anniversario transporta-nos até aos anos 60, com um estilo "no ponto". Só o motor 1.2 é que se mostra curto. Dentro da gama, existe o TwinAir, que é uma escolha mais expedita.
Motorização13
Perfomances12
Comportamento14
Consumos14
Interior16
Habitabilidade13.5
Materiais/Qualidade de construção15.5
Equipamento de Série15
Value for Money14

“A pontuação acima é totalmente da nossa opinião. Esta, tem a ver com o modelo e versão ensaiadas, tendo em conta o segmento onde a mesma se insere.”

Legenda da pontuação:
0-5: Mau;
6-10: Satisfaz Pouco;
11-15: Razoável;
16-17: Bom;
18-19: Muito Bom;
20: Excelente;

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!