Início Ensaios Novo Kia Rio 1.4 CRDi EX

Novo Kia Rio 1.4 CRDi EX

Novo Kia Rio 1.4 CRDi EX
0
0

“Continuar a mudança”

O KIA Rio foi um dos alicerces da mudança de imagem do construtor coreano para o mercado Europeu, com a última geração a ter um crescendo de vendas até ao final da sua carreira comercial, sendo este o modelo mais vendido da KIA no nosso país. A marca está, por isso, ciente de que para criar uma nova geração tem de manter uma imagem forte, dinâmica e apelativa do modelo que agora é substituído, ao mesmo tempo que teria de permanecer com uma boa quota de espaço, bem como um equipamento completo, elementos pelos quais é conhecida a “família” Kia.

Nesta nova geração, mantendo as características acima, foi adoptada uma maior atenção e cuidado nas ligações ao solo, o que resultou numa melhor dinâmica de condução, bem como nos propulsores, revistos e adaptados à realidade de um segmento que é cada vez mais exigente.

Por isso, como primeiríssimo contacto, temos em ensaio o KIA Rio equipado com um dos novos motores, o 1.4 CRDi (a outra novidade é o 1.0 Turbo a gasolina que ensaiaremos em breve). Este motor substitui o antigo 1.1 CRDi, passando agora a contar com mais um cilindro e uma potência superior, estando disponível em dois níveis: 75 ou 90cv, sendo o nosso o último, no nível de equipamento EX.

Mas começamos, como já é normal, pela estética exterior. Notou-se uma revolução, e não uma evolução. Não foi conseguido, nem pensamos que a marca quisesse, uma surpresa como houve na apresentação da última geração Rio. O modelo em ensaio conta com uma linha elegante, e mais vincada. A frente é bem definida, mais longa e conta orgulhosamente com a grelha Tiger Nose, sendo acompanhada pelos grupos ópticos rasgados, de grandes dimensões. Abaixo, o pára-choques assume um desenho mais desportivo, com grandes entradas de ar.

Na lateral, assume uma personalidade mais “europeia”, a silhueta é baixa, contando com linhas sóbrias, mais direitas, mas ainda assim elegantes, transmitindo igualmente robustez. As cavas das rodas, bem definidas, dão lugar às jantes multiraiadas de 16’’, de série nesta versão.

Na secção posterior, permanece alguma da imagem da geração anterior, através dos farolins rectangulares de grandes dimensões, agora mais estilizados, e incorporados numa tampa de bagageira mais harmoniosa, onde abaixo o pára-choques conta com uma protecção plástica, que serve de elemento de contraste, onde se insere também a chapa de matrícula.

Passando para o interior, notamos uma maior diferença no arranjo do tablier. Os materiais ainda não são brilhantes, algo que neste segmento é habitual, embora os acabamentos tenham melhorado e a montagem permaneça isenta de erros. O desenho é inspirado nas últimas tendências estéticas da marca, com o destaque a ir obviamente para o ecrã touch de 7’’, que passa a estar no topo, mais destacado. Mais abaixo surge o elemento decorativo, que percorre todo o tablier, delimitando-o da zona inferior, onde surgem os comandos da climatização automática.

A posição de condução é correcta, com os bancos a oferecerem um bom apoio a nível lombar, uma melhoria face à geração anterior, bem como os comandos, e principalmente o volante que oferece agora uma melhor pega. Ainda no interior, é notório o aumento de espaço para os passageiros traseiros, bem como os muitos espaços de arrumação um pouco por todo o habitáculo.

A bagageira também sofreu um aumento, passando para os 325l, uma das maiores do segmento.

Começando a rolar é notório o aprimorado acerto do conjunto suspensão/amortecedor, que filtra bem as irregularidades, mas que transmite ao mesmo tempo a informação ao condutor, revelando-se um chassis bem composto, com reacções benignas e fáceis de controlar, mostrando até um certo dinamismo. A facilidade de condução está bem patente, seja pelos comandos, pela caixa de seis velocidades bem oleada, ou pela direcção revista, que está mais directa e rápida, talvez a diferença mais notada nos primeiros quilómetros que efectuámos no novo KIA Rio.

Também agradável é o funcionamento do novo motor diesel, com uma maior capacidade. Este “mil e quatrocentos” tem a sua força mais bem distribuída que o seu antecessor, notando-se também a presença de um quarto cilindro, que o torna mais suave. Este, que é a versão mais potente de 90cv, é auxiliado por uma caixa de seis velocidades, bem escalonada e que permite uma rotação mais baixa em 6ª velocidade, o que faz baixar os consumos, ao mesmo tempo que dá ao condutor uma boa capacidade de recuperação para ultrapassar, confirmando-se, por isso, um conjunto despachado. Tudo isto ao mesmo tempo que assume a sua veia eficiente, com consumos a rondar os 5,6 litros a cada cem quilómetros, se bem que esta unidade tinha muito poucos quilómetros, sendo muito provável que este número baixe…

Neste nível EX, que a KIA pensa que seja o mais vendido, faz com que o Rio venha já com um completo equipamento de série onde se destaca o cruise-control, o ar condicionado automático, jantes de 16’’, sistema de navegação, bem como os sensores e camara de estacionamento traseira.

Porém, permanece uma característica no Rio. Os sete anos de garantia continuam a ser oferecidos pela marca, dando confiança aos clientes. O KIA Rio reforça argumentos, mudando apenas o que poderia necessitar para um produto completo. Foi aprimorado na parte dinâmica, bem como na inclusão de novos equipamentos e mais espaço interior, ao mesmo tempo que a sua imagem permanece agradável e fácil de gostar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

KIA Rio 1.4 CRDi EX 

Especificações:

Potência – 110cv às 5500rpm
Binário – 205Nm às 15000rpm
Consumo Combinado Anunciado – 4,6L/100km
Consumo Combinado Medido – 6,3L/100km

Preços:

Gama Kia Rio desde: 15.600€
Preço da versão ensaiada (chave na mão): 19.931€*

Importante: (O KIA Rio conta ainda com um apoio comercial na sua fase de lançamento que vai dos 2.500€ a 2.950€ consoante a versão. *valor inclui campanha)

KIA Rio EX 1.4 CRDi 90cv
15.5 Pontos
O que gostámos mais:
- Equipamento e incremento no comportamento
O que gostámos menos:
- Alguns plásticos
Resumindo e concluíndo:
O novo KIA Rio agora está mais próximo das referências do segmento, vencendo em alguns pontos como a capacidade da bagageira ou nos equipamentos de série. A garantia de 7 anos é uma grande mais valia!
Motorização15
Perfomances15
Comportamento16
Consumos14.5
Interior17
Habitabilidade16
Materiais/Qualidade de construção13
Equipamento de Série15.5
Value for Money17.5

“A pontuação acima é totalmente da nossa opinião. Esta, tem a ver com o modelo e versão ensaiadas, tendo em conta o segmento onde a mesma se insere.”

Legenda da pontuação:
0-5: Mau;
5-10: Satisfaz Pouco;
10-15: Razoável;
15-17: Bom;
17-19: Muito Bom;
19-20: Excelente;

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!