Início Ensaios Fiat 500L Wagon 1.6 Multijet 120

Fiat 500L Wagon 1.6 Multijet 120

Fiat 500L Wagon 1.6 Multijet 120
0
0

“O 500 comeu espinafres”

Como já por aqui dissemos, o Fiat 500 é, sem dúvida, um dos pilares da gama da marca Italiana, com nada mais do que cinco variantes, com esta que temos aqui em ensaio a ser a mais familiar, e mais distinta do modelo que lhe dá o nome. O Fiat 500L Wagon é uma sugestão para famílias que procurem um automóvel espaçoso e que conta com… sete lugares!

Sete lugares? Sim, o nome Wagon significa isso, um aumento das dimensões face ao 500L (+13,3cm), o que também lhe dá uma maior bagageira. Mas será que compensam os quase 2000€ extra no preço final?

Vamos analisar por etapas: primeiro, o exterior.

O Fiat 500L Wagon não se pode dizer que seja um automóvel bonito, mas também não usaremos o seu antónimo, é sim um automóvel com uma imagem peculiar, que aproveitou muitos dos pormenores do pequeno 500 para “crescer”, o que é evidente no desenho dos grupos óticos ou em outros detalhes. O seu aspeto “redondinho” não engana, e o teto em cor contrastante dá uma imagem mais jovial e fora do vulgar, algo que o cliente-tipo deste automóvel quererá. A secção mais complicada de gostar são talvez os últimos ¾ da carroçaria quando o vemos de lado, ou seja, o que lhe permite ser Wagon.

A traseira é agradável e simples, apresentando com todo o orgulho o nome 500, ao centro de um portão onde os pequenos farolins quadrangulares nos fazem uma antevisão de uma forma que será muito vista no interior.

Passando “lá para dentro”, é aí que o Fiat 500L cativa. Aliás, este automóvel deve ser visto mesmo assim, de dentro para fora, e muitos teriam uma ideia diferente. A sensação de espaço é enorme, graças à grande superfície vidrada e ao teto elevado. O tablier está bem organizado, e com pormenores de estilo, revestimentos cuidados (como é o caso do elemento cinzento de contraste), muitos espaços de arrumação e uma posição de condução confortável e descontraída.

Alvo de um pequeno restyling, recebeu um novo painel de instrumentos completo, com um ecrã central a cores, assim como o sistema Uconnect, aqui já de boas dimensões, ainda que esta unidade não contasse com navegação, que é um opcional por 550€. Tirando isso, o equipamento nesta versão Lounge é vasto, com cruise-control com limitador, espelho interior electrocromático, faróis de nevoeiro, bancos em pele e tecido, apoio de braços central, função City (que permite escolher o peso da direção) e faróis e limpa-vidros com acendimento automático.

Portanto, tudo o que uma família dita “normal” necessita. Mas se a família for mais vasta, o 500L Wagon vai alegrar bastante, já que o espaço acaba mesmo por ser uma mais-valia, e até, inédito na sua classe. A “fila do meio” conta com muito espaço, podendo o banco (divido em duas partes) ser reclinado para uma posição mais confortável, e ajustado longitudinalmente, para dar um maior espaço para as bagagens, ou para as pernas dos dois passageiros traseiros que podem viajar lá atrás.

Podem, mas não aconselhamos. Ou seja, para crianças ou para “desenrascar”, muito bem, mas o Fiat 500L Wagon não deve ser a escolha para quem precisa de transportar sempre mais de cinco pessoas, é sim para quem quer mais espaço para as bagagens (560l com cinco lugares montados) ou dois lugares para quando é preciso ir buscar os sobrinhos…

A mover esta “super-500” está um motor que só está disponível na família 500L, precisamente nesta Wagon. Falamos do comprovado 1.6 MultiJet de 120cv, conectado a uma caixa manual de seis relações, o que é sem dúvida bem-vindo, já que o seu peso não é ligeiro (1505kg), e se levarmos 7 passageiros vamos notar. Portanto, as prestações são agradáveis, não é uma “corredora”, mas apresenta boas recuperações e um bom andamento em Auto-Estrada. Os consumos são também eles fáceis de tolerar, com uma média final combinada a cifrar-se em 5,6l/100km.

Como já dissemos acima, não é fácil “esticar” um 500, mas para quem precisa de uma proposta com 7 lugares, ou mais “monovolume” e o 500X não chega, esta 500L Wagon pode mesmo ser uma boa escolha. Não é a carrinha para mostrar aos amigos, nem vencer corridas no semáforo, mas é uma escolha lógica, já que sai menos de 4.400€ por lugar, o que é positivo para um automóvel que adota um “mil e seiscentos” e vasto equipamento.

“Gostas deste motor, mas cinco lugares bastam?”
Então conhece a Tipo SW S-Design: “Bom preço, com espaço e muita pinta”

Fiat 500L Wagon 1.6 MultiJet 120cv Lounge

Especificações:
Potência – 120cv às 3750rpm
Binário – 320Nm às 1500rpm
Aceleração dos 0-100 (oficial): 10,9s
Velocidade Máxima (oficial): 189km/h
Consumo Combinado Anunciado (Medido) – 4,2l/100km (5,6l/100km)

Preços:
Fiat 500L Wagon desde: 22.650€
Preço da versão ensaiada: 28.650€
Preço da unidade ensaiada: 30.600€

Carrega nas fotos e vê este Fiat 500L Wagon em detalhe:

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!