Início Ensaios Toyota C-HR 1.8 Hybrid Neon Lime

Toyota C-HR 1.8 Hybrid Neon Lime

Toyota C-HR 1.8 Hybrid Neon Lime
0
0

“Verde choque”

Colocaram os óculos de sol? Ainda bem, porque este Toyota C-HR explica logo no nome que a sua cor vai ser viva:  Neon Lime, uma edição especial limitada a 2000 unidades, a qual Portugal tem direito a apenas duas dezenas. E sim, brilha bem ao sol!

Mas os óculos de sol podem continuar na cara, já que não foram colocados em vão, porque algo que o Toyota C-HR tem em doses elevadas é estilo, isso também ninguém lhe tira, mesmo que ao “virar da esquina” esteja já um restyling que lhe dará para além de um ligeiro “lifting” na sua imagem, um novo propulsor que se vai juntar a este híbrido 1.8 que aqui temos, bem como mais elementos tecnológicos.

Pois bem, o que se trata esta edição Neon Lime?

É uma junção entre a construtora japonesa e a marca americana de sistemas áudio, a JBL, fazendo aqui um Toyota C-HR que, para além de dar música com uma qualidade mais elevada para quem vai no seu interior, junta o equipamento máximo que este modelo pode ter e, obviamente, a sua cor exclusiva. Para além disso, no seu exterior “fora da caixa”, mas que tem cativado muitos portugueses, o Toyota C-HR também recebe umas jantes de 18’’ com acabamento preto mate, que dá um interessante contraste. O seu aspeto de coupé continua a fazer efeito, mesmo após três anos do seu lançamento.

O interior é mais sóbrio que o exterior, mas ainda assim conta com elementos que se diferenciam, como é o caso dos bancos mais desportivos, com revestimento em pele e alcântara. O tablier conta com um arranjo ergonómico, onde o ecrã central de 7’’ se evidência, pecando por estar algo ultrapassado (fator que será resolvido no restyling). A posição de condução é elevada e confortável, dando uma boa visibilidade para a frente, não se passando o mesmo quando olhamos para a retaguarda, principalmente para os ¾ traseiros, onde o design se sobrepôs à função.

Atrás, o espaço é justo, não se pode dizer que seja apertado, mas a entrada não é das mais simples e depois de sentado, é “escuro”. Os painéis das portas são elevados, o que para as crianças pode ser mais complicado para conseguirem ver a paisagem. A bagageira é generosa, com 377L de capacidade.

Portanto, individualista? Não diria, acho que é mais um automóvel com uma imagem vincada, que pretende (e conseguiu) deixar a sua marca. Mas e o motor?

O sistema híbrido está aqui presente uma vez mais, e é o único motor disponível para esta versão: o 1.8 Hybrid com 122cv de potência, aliado à famosa transmissão CVT, que poucos amam, mas que é unânime ser bastante eficaz e eficiente. Os consumos e a suavidade são a sua grande vantagem, primeiro por ser fácil manter os consumos abaixo dos 6l/100km em percurso combinado, e depois por, em cidade, este C-HR circular muito do seu tempo com energia apenas elétrica, regenerando bem nas descidas e travagens.

Dinamicamente o Toyota C-HR é também capaz, com um bom controlo do seu chassis, que parece bem preso ao chão, e uma direção que ainda afinada para conforto e agilidade em cidade consegue informar o condutor do que este crossover está a fazer.

Claro que tudo tem um preço, e esta versão (ultra) limitada do C-HR custa 37.115€, o que se pode achar algo elevado. Em parte, pode ser desculpado pelo equipamento de série onde se incluem elementos como faróis LED com assistente de máximos, alerta de ângulo morto, câmara traseira e sensores traseiros e dianteiros de auxílio ao estacionamento, cruise-control adaptativo, sistema de leitura de sinais e assistente de travagem automática, bem como bancos aquecidos.

Tudo, num conjunto que consegue ser bastante “extrovertido”, mas que é um verdadeiro “contabilista” no que toca aos gastos nas idas à bomba… Mas agora, vai mesmo ter de esperar pela versão “pós-restying”, que será tanto ou mais poupado do que este.


Toyota C-HR Hybrid Lounge

Especificações:

Potência combinada– 122cv
Binário combinado – 142Nm às 3600rpm
Aceleração do  0-100 (oficial): 11,0s
Velocidade Máxima (oficial): 170km/h
Consumo Combinado Anunciado – 3,9L/100km
Consumo Combinado Medido – 5,3L/100km

Preços:
Gama Toyota C-HR desde: 27.870€


Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!