Início Ensaios Primeiro contacto – Lexus UX250h

Primeiro contacto – Lexus UX250h

Primeiro contacto – Lexus UX250h
0
0

“Uma área por explorar”

Conhecemos o Lexus UX, o 1º SUV compacto da marca japonesa, que pretende rivalizar com propostas como BMW X2, Audi Q3, Volvo XC40 e até com o recém-chegado DS 3 Crossback. Para isso, que valores podemos esperar deste Lexus, de forma a destacar-se dos outros modelos premium que “vestem” a carroçaria preferida dos Europeus?

Para começar, a exclusiva tecnologia híbrida, e foi isso que compreendemos neste nosso primeiro contacto com o modelo, num pequeno roteiro entre Lisboa e Sintra, que mostrou ser bastante eficaz no trânsito urbano e misto, área na qual a Lexus pensou quando desenvolveu este novo modelo. Graças às suas dimensões mais reduzidas, os seus 4,95m revelaram uma boa agilidade e facilidade de condução. Esse sistema híbrido conta com a ajuda do mesmo motor que é usado no Corolla mais potente, e que surge aqui com uma potência combinada de 184cv, surpreendendo nos consumos, que ficaram (mesmo com muita chuva) abaixo dos 6l/100km, alternando entre os três modos de condução: ECO, Normal e Sport. Neste último, o Lexus UX250h mostrou um ar de sua graça, transmitindo boas sensações a quem vai ao volante, com um bom acerto de suspensão, em linha com um chassis “certinho”.

Mas, e que mais?

O cuidado de montagem, algo que a Lexus prima e nos demonstra na sua gama de modelos, com um interior moderno e cheio de tecnologia. Não têm o sistema de multimédia mais inovador do mundo, nem painéis de instrumentos digitais massivos, mas opta antes por uma sensação de solidez aliada a uma posição de condução confortável, com todos os comandos a estarem em locais lógicos e a conferir tanto ao condutor, como aos passageiros um bom espaço para se viajar. A bagageira não é referência, com 320l, mas a Lexus achou ser a suficiente para um cliente cosmopolita, aquele que é o alvo deste novo UX250h.

O terceiro ponto é, sem duvida, a exclusividade!

Olhem bem para o Lexus UX. Destaca-se completamente dos outros automóveis que possam partilhar o estacionamento com ele, seja pelas suas proporções ou pelo destaque evidenciado pela enorme grelha dianteira, arcos das rodas que não seguem convenções, ou do inovador sistema de iluminação traseira, que usa uma faixa LED de “ponta-a-ponta”. Disponível em vários níveis de equipamento, o Lexus UX pode assumir uma personalidade mais clássica e sóbria nos níveis Business, Executive e Premium, mas também um ar mais dinâmico no nível F-Sport, aquele que testámos.

Em termos de motores, para Portugal, existe apenas este, o híbrido com 184cv conectado à transmissão CVT. Segundo a construtora, este tipo de transmissão ainda é a solução mais eficiente e que mais proveito tira da propulsão híbrida. Existe ainda a opção de uma versão com tração integral, que obviamente sofre um acréscimo de preço, e não terá certamente muita expressão no nosso mercado.

Esses começam nos 42.500€ para a verão Business, até aos 60.200€ da mais equipada Luxury. Como comparação, um Lexus UX250h com tração integral pede em troca mais 1.800€ em média (versão F-Sport). A nossa unidade custava 60.780€, mas essa será testada em maior em detalhe muito em breve, como é habitual.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!