Início Ensaios Peugeot 5008 1.5 BlueHDi GT Line

Peugeot 5008 1.5 BlueHDi GT Line

Peugeot 5008 1.5 BlueHDi GT Line
0
0

“Ajuste de contas”

O Peugeot 5008, o SUV da marca que deixou de ser monovolume na sua segunda geração, em 2017, recebe agora um novo argumento para se manter bem atualizado, de forma a manter a sua boa performance no que toca a vendas.

Devido às regras WLTP, o motor diesel mais vendido foi renovado, sendo substituído, tal como no restyling do 308, por um de mais baixa cilindrada. O 1.5 BlueHDi chega então aos SUV da gama, de forma a garantir uma boa dose de conforto, e oferecendo performances ao nível do anterior propulsor, sem prejudicar os consumos.

O modelo não sofre alterações estéticas, o que quer por isso dizer que continua com uma silhueta agradável e moderna, com uma dianteira muito dinâmica e expressiva, tal como a maioria do seu conjunto, onde na traseira se denota a maior diferença face ao mais “pequeno” 3008, ao assumir uma traseira mais retilínea.

A opção pelo 5008 é justificada por duas formas, seja pela superior capacidade de passageiros, mais dois que o 3008, num total de sete; ou então pela maior bagageira, espaço a bordo e capacidade dos bancos traseiros serem ajustáveis individualmente. No caso da bagageira, o crescimento é de 182L, o que ainda é alguma diferença, num automóvel que encarece pouco mais de 1.700€.

O equipamento a bordo é muito vasto, mais ainda nesta variante GT Line: para além de detalhes exclusivos, como é o caso da grelha em ‘diamante’, ou o interior com detalhes tais como pespontos em cobre, ou teto em preto, recebe também os faróis Full Led que melhoram a tarefa de condução durante o período noturno. Para além disso, e por esta versão ter como base o equipamento Allure, conta já com o cruise-control, ar condicionado automático de dupla zona, vidros escurecidos, assim como um completo sistema info-entretenimento que inclui a navegação de toda a Europa, e ainda Apple CarPlay e Android Auto.

Um ‘passeio’ pelos opcionais faz-nos poder contar com vários elementos que esta unidade apresentava, tais como o sistema Grip Control (que permite andar em mais pisos, podem ler aqui), teto de abrir panorâmico ou mesmo os estofos em pele, que são aquecidos e contam com massagens para os assentos dianteiros.

Quanto ao motor, que é o que nos trouxe de volta ao volante, este mostra-se disponível e, mesmo não sendo igual, consegue manter um andamento expedito na maior parte das situações. Não se trata de uma grande evolução em nenhum dos campos, o que é até positivo, tendo em conta que o anterior motor é um exemplo de eficiência e eficácia. Neste ensaio, notámos que o consumo ficou 0,3l/100km mais alto, comparativamente ao “antigo” motor. Este fator que poderá ser justificado pelo uso dos pneus Mud&Snow do Pack Grip Control e que lhe dão um superior atrito em alcatrão.

A transmissão manual de seis velocidades está bem escalonada, mas, agora mais do que nunca, aconselhamos a transmissão automática, que passa a contar com 8 velocidades, em vez das anteriores seis. Este atributo torna a experiência de condução ainda melhor, bem como mais poupada e relaxante.

Este Peugeot 5008 tem um preço que se inicia nos 30.030 para a versão Active com motor a gasolina, sendo que este GT Line diesel começa nos 36.770€.

“Diesel não é necessário?”
Então existe o Peugeot 5008 com motor a gasolina, conhece-o!

Peugeot 5008 1.5 BlueHDi 130 CVM6 GT Line

Especificações:
Potência – 130cv às 3750rpm
Binário – 300Nm às 1750rpm
Aceleração dos 0-100 (oficial): 12,7s
Velocidade Máxima (oficial): 191km/h
Consumo Combinado Anunciado (Medido) – 4,2l/100km (6,2l/100km)

Preços:
Peugeot 5008 desde: 30.030€
Preço da versão ensaiada: 41.460€


Carrega nas fotos e vê este Peugeot 5008 em detalhe:

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!