Início Notícias O que precisamos de saber sobre o novo Citroën C4 Cactus

O que precisamos de saber sobre o novo Citroën C4 Cactus

O que precisamos de saber sobre o novo Citroën C4 Cactus
0
0

“A (re)volução da espécie” 

A Citroën desvendou na passada semana, o seu novo C4 Cactus, que toma agora o lugar deixado pelo C4. Transfigurou-se e é agora a nova berlina compacta da marca.

Esta profunda mudança no modelo C4 Cactus, passa a adotar novos códigos de design no segmento, bem como novos avanços no que toca à tecnologias e mecânica, mantendo o seu carácter único.

O design mantém a ousadia e modernidade, embora evoluindo para uma melhor integração na gama. No interior, o novo C4 Cactus destaca-se pelo seu conforto, imergindo os seus ocupantes num “casulo”, beneficiando do programa Citroën Advanced Comfort®.

Porquê esta alteração?

Após o lançamento do C3 em 2016 e da ofensiva SUV em 2017, com o C3 Aircross e C5 Aircross (China), a Citroën iniciou uma nova etapa na sua ofensiva de produto. Novamente surpreende, com esta nova proposta de berlina compacta: o Novo C4 Cactus. Esta nova geração traz consigo uma lufada de ar fresco ao segmento, combinando a singularidade do C4 Cactus com o conforto do actual C4. O modelo recebe agora 12 tecnologias de ajuda à condução, 3 tecnologias de conectividade, motores com potências até aos 130 CV e um estilo gratificante.

Com um design moderno e distintivo, o Novo C4 Cactus promete oferecer uma experiência única em termos de bem-estar a bordo. Para o efeito, a Citroën recorreu a todo o seu património tecnológico relacionado com as suspensões hidráulicas, propondo agora uma tecnologia reinterpretada para se tornar acessível ao maior número de pessoas. Assim, o novo C4 Cactus estreia na Europa, as suspensões com Batente Hidráulico Progressivo™ (Progressive Hydraulic Cushions™ – PHC) bem como os bancos Advanced Comfort, estes em Estreia Mundial, garantindo um conforto e ligação à estrada únicos.

No design, o que mudou?

No seu novo desenho, o novo C4 Cactus mostra a sua diferença através de uma nova frente expressiva, flancos redesenhados e uma secção traseira linear, incorporando novas luzes LED com efeito 3D. Com uma distância entre eixos de 2,60 m e projeções curtas, garantem-se dimensões compactas, permitindo ao modelo ser ágil e maneável, mantendo a habitabilidade que é esperada neste segmento. Nele destacam-se os elementos gráficos típicos do universo Citroën que destacam a sua carroçaria fluida, tais como os Airbump® na secção inferior das portas, a cintura vidrada contínua e o seu tejadilho flutuante, a ampla frente em dois patamares ou ainda a assinatura luminosa em LED com efeito 3D na traseira.

Apresenta-se em 31 combinações de personalização exterior, com 9 tons de carroçaria e 4 Packs Color com refinados tons coloridos, permitindo aos clientes criar uma viatura à sua própria imagem. No interior, o habitáculo é funcional, puro e amplo, transmitindo serenidade logo ao primeiro olhar. São propostas nada menos do que 5 atmosferas interiores, distintivas, que garantem boa luminosidade.

“A Citroën tem como objetivo ser a marca de referência em termos de conforto. Como marca generalista, pretende garantir este novo conforto inédito ao maior número de pessoas. Com o novo C4 Cactus e a introdução de suspensões com Batentes Hidráulicos Progressivos™, oferecemos uma berlina compacta original e perfeitamente em sintonia com o presente.”  – Linda Jackson, Diretora Geral da Citroën

E motores?

O novo C4 Cactus conta com propulsores a gasolina PureTech de 3 cilindros, equipados com tecnologia de ponta, permitindo uma grande capacidade de resposta, bem como consumos e emissões controlados (“Motor Internacional do Ano” em 2015, 2016 e 2017 para as versões turbo PureTech 110 e PureTech 130), para além de motores diesel BlueHDi, que garantem aos ocupantes elevados níveis de prazer de condução, economia e respeito pelo meio ambiente.

A gasolina: O novo C4 Cactus está disponível agora, numa nova versão, com maior performance: o bloco turbo PureTech 130 S&S, associado a uma caixa de 6 velocidades manual. Já o motor PureTech 110, também ele turbocomprimido, conta com caixa manual (PureTech 110 S&S CVM) ou automática de 6 relações EAT6, de modo a maximizar a agradabilidade e conforto (PureTech 110 S&S EAT6). A entrada na gama é feita com a conjugação com o 1.2 PureTech de 82 e caixa manual de cinco velocidades.

A diesel: O novo C4 Cactus está disponível, logo desde o seu lançamento, com os conjuntos BlueHDi 100 CVM e BlueHDi 100 S&S CVM. No outono de 2018 chegará o motor diesel com a caixa automática, visando os grandes viajantes, que apreciam os automatismos, através da associação BlueHDi 120 S&S EAT6.

Quando chega?

O novo Citroën C4 Cactus chega a Portugal no primeiro trimestre do próximo ano.

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!