Início Mercado Nissan divulga resultados no seu ano fiscal de 2017

Nissan divulga resultados no seu ano fiscal de 2017

Nissan divulga resultados no seu ano fiscal de 2017
0
0

“O melhor dos cinquenta”

A Nissan apresentou os seus numero do ano fiscal de 2018, ano em que comemorou 50 anos de presença comercial no nosso mercado, de forma a marcar esse importante marco, ultrapassou pela primeira vez os 5,5% de quota de mercado, a mais elevada na Europa para mercados que vencem mais de 10.000 unidades/ano.

Mais precisamente foram 14.553 unidades (vendidas entre 1 de Abril de 2017 e 31 de Março de 2018), que deram a possibilidade de a marca alcançar o 6º lugar no ranking de vendas.

    “Agora é preciso continuar”

É também a opinião dos clientes que tanto importa à marca, com a Nissan a revelar que é melhor do que a média europeia, ao mesmo tempo que todos os indicadores aumentam: intenção de compra, bem como a liderança no segmento dos crossovers e nos automóveis eléctricos.

Este crescimento tem sido constante, mais visível de há dez anos para cá, com a introdução de novos produtos e de novas tecnologias, principalmente que ajudem o condutor, que transmitam mais segurança, mas, que acima de tudo, sejam acessíveis.

Depois de anunciar um ano recorde, Nissan divulga previsões para o seu Ano Fiscal 2018 em Portugal

     “Que futuro?”

O mercado está mais complicado para 2018 para todas as marcas, revelando-se um grande desafio, mas com essas dificuldades a darem também a hipótese de novas oportunidades para a Nissan, com um dos seus mais importantes lançamentos: o Leaf.

Importante por ser o automóvel eléctrico mais vendido do mundo, mas também por reduzir de forma drástica o nível de emissões poluentes, onde se alerta para a limitação (ou mesmo o fim) de automóveis de combustão interna no centro das grandes cidades, para isso, começa a existir a possibilidade da Nissan querer mesmo retirar os motores a diesel das suas fileiras.

“As expectativas do cliente continuam a mudar”, comenta Antonio Melica. «Os consumidores querem uma experiência personalizada e procuram serviços sempre mais conectados através de plataformas digitais. Neste particular, antevejo uma grande oportunidade para a Nissan. A procura de uma mobilidade mais sustentável está a acelerar e nós somos os principais driversdessa tendência com o novo Nissan LEAF.”

O director da geral da Nissan em Portugal, acrescenta que o novo modelo “Muda o contexto competitivo. De mercado automóvel passamos a falar do mercado mais alargado da mobilidade, mobilidade elétrica, mobilidade partilhada, mobilidade autónoma, mobilidade inteligente… Em Portugal estamos bem posicionados, já temos na Nissan um forte plano para continuarmos líderes na Mobilidade Inteligente”.

Para terminar, e deixar claro que o Nissan Leaf pode ter um papel muito forte: em apenas sete meses, as encomendas de clientes superaram as 1000 unidades. Isso são tantas quanto as que a primeira geração vendeu em sete anos!

Clica e sabe o que achámos do novo Nissan Micra!

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!