Início Ensaios Lexus LC500h Sport+

Lexus LC500h Sport+

Lexus LC500h Sport+
0
0

“Portal do Tempo”

Como nota introdutória, este ensaio foi um dos ensaios mais complicados de escrever, primeiro pelo tempo limitado que tivemos com este automóvel, mas também devido à exclusividade e diferença que nos faz sentir assim que nos aproximamos dele.

E sim, este ensaio começa exatamente por aí, precisamente por esse primeiro impacto, o de um automóvel que nos deixa arrebatados, uma espécie de salto no tempo, ou, usando a expressão (já gasta) de que este Lexus é um concept para a estrada. Olhem bem para ele: as proporções, as linhas, os vincos… nada há nada idêntico no mercado.

A sua dianteira, com a enorme grelha, imagem de marca da Lexus, assume aqui um protagonismo ainda maior, o que dá o formato aos originais grupos óticos em LED. Na lateral, a superfície vidrada é diferente, as proporções também, e as cavas das rodas estão muito bem preenchidas com as generosas jantes forjadas e cromadas com 21’’ polegadas.

Mas é na traseira que este Lexus continua também o seu “encantamento”, com uma linha decididamente coupé, e com o teto a repousar muito bem no tampo da mala. Os farolins, que mais parecem tenologia de um filme de ficção científica, à noite iluminam-se para uma assinatura inconfundível e virtualmente interminável.

As dimensões não escondem os cinco metros, fazem-no é ser apreciado de uma forma mais autêntica, e sem medos. Um verdadeiro “herdeiro” do LFA, embora este LC500h tenha uma preocupação ambiental bem mais presente, mas disso falaremos mais à frente…

Isto porque o interior também merece uma atenção redobrada.

Não é um caso tão evidente de ‘arte moderna’ como o exterior, é mais um local onde nos encontramos bem, e que sentimos que podemos viajar várias centenas de quilómetros sem quaisquer problemas. Para começar, os revestimentos. Pele, muita pele e alcântara. Os plásticos, esses, quase não se encontram aqui; os botões de seleção, muitos deles, contam com acabamento em metal e peso correto, como se de uma aparelhagem de alta fidelidade se tratasse. O desenho é agradável e cheio de detalhes, com a parte superior a destacar-se, para além do painel de instrumentos desportivo e personalizável, pelo grande ecrã central que serve para monitorizar tudo o que se passa bordo deste automóvel. Apesar de não ser dos mais fáceis de utilizar, o painel tátil ao centro dá uma ajuda. Ao lado desse ecrã de 10.3’’’, um relógio analógico, retro iluminado, incluído dentro da faixa decorativa que percorre o topo do tablier.

Abaixo, existe a divisão entre o condutor e o passageiro, onde os comandos são poucos, existindo apenas elementos da climatização e pouco mais. A parte mais técnica encontra-se à frente do condutor, em duas ‘manches’.

À esquerda, temos duas funções: ESP Off ou Snow, para nos divertirmos um pouco, ou para melhorar a aderência quando o mau tempo chega. Do lado direito, temos mais funções. Rodando essa “manche”, podemos selecionar entre os modos Confort, ECO, Normal, Sport, Sport+ e ainda um modo Individual. Isto faz-se realmente notar no caráter do automóvel, mas igualmente na resposta do propulsor e no som que invade a cabine, bem como nos gráficos do conta-rotações, que nos fazem lembrar, uma vez mais, o exclusivo LFA. Contudo, optamos por deixar o LC500h levar-nos em modo Confort, de longe, o mais indicado.

Antes de começarmos a falar da condução, importa dizer que este LC500h conta com quatro lugares, embora isso seja mais teórico do que prático, já que os lugares traseiros são muito acanhados. Bom uso para eles? Como “assentos” para as malas, já que a bagageira é muito limitada, apenas 172L, apenas mais quatro do que o pequeno Toyota Aygo…

É um ponto negativo? Sim, é.

Afastará os potenciais clientes? Claro que não!

Isto porque o Lexus LC500h é o típico automóvel de conhecedores, não dos que adoram automóveis e o cheiro a borracha e a combustível. Falo, sim, dos conhecedores Lexus, daqueles que acreditaram na marca, desde que ela surgiu mesmo no final da década de 80. Que crescimento, hein…

Para dar potência a este LC500h (existe o 500 “sem H”, com um motor V8 a gasolina para os outros conhecedores), a Lexus optou por utilizar o que de melhor faz: híbridos. Juntou assim o 3.5 V6 atmosférico a gasolina, com praticamente 300cv, e um binário de respeito (348Nm) a um motor elétrico, com uma potência equivalente a 179cv e 300Nm de binário, o que nos dá um total de 359cv e 400Nm de binário máximo.

Aqui, uma paragem. O Lexus LC500h, não é um desportivo. É um grande turismo. Sabem porquê? Porque tem um peso algo elevado: 2060kg para ser preciso. Ainda assim, as suas performances não o envergonham: 5,0s para um arranque até aos 100km/h, e uma velocidade máxima de 250km/h.

Contudo, se a sua sonoridade nos deixar com vontade de “aumentar o ritmo”, estamos à vontade, já que a estabilidade direcional é boa, e nesta versão Sport+ Pack contamos com quatro rodas direcionais, bem como um diferencial traseiro autoblocante Torsen. Outro elemento importante é o teto em fibra de carbono, que baixa o centro de gravidade, bem como o peso.

A posição de condução é muito boa, sentimo-nos bem apoiados pelas bacquets, com as pernas bem esticadas e os braços a um ângulo correto. Se o ritmo aumentar, há duas coisas que vamos notar: primeiro, a travagem, notando-se o peso e a ajuda elétrica da regeneração; depois, o sistema Multistage.

E o que é o Multistage?

A Lexus criou este sistema juntando uma caixa automática de quatro velocidades, a uma CVT, como usa em toda a gama híbrida. Desta forma, reduz o ruído típico destas transmissões e dá uma melhor sensação de condução. Quatro velocidades podem parecer pouco, mas em modo manual podemos optar por “dez velocidades”, ou seja, as primeiras três relações estão combinadas com três artificiais, fazendo nove velocidades. A décima, que é “real”, acaba por ser um ‘overdrive’ de forma a conseguir uma superior velocidade de ponta.

Na prática, revelou-se um bom avanço, mesmo que algo pesada (sempre são duas transmissões) já que permitem o “melhor de dois mundos”: uma superior suavidade e ecologia como as CVT tão bem oferecem, e uma rapidez e superior sensação de condução que as caixas automáticas proporcionam.

Dessa forma, apontando a uma estrada sinuosa, o LC500h é fácil de explorar, obviamente, e como dissemos acima temos de nos lembrar do peso nas travagens mais fortes e nas mudanças bruscas de direção. Contudo, as rodas posteriores direcionais tentam dar uma maior agilidade, enquanto a direção com bom feeling nos informa bem do eixo dianteiro, com o traseiro a ser ajudado pelo diferencial Torsen para encontrar aquela tração extra.

Já em condução puramente normal, o Lexus LC500h prova ser um excelente aliado, conseguindo mesmo uns consumos bastante bons, já que numa toada mais calma conseguimos mesmo baixar dos 8 litros a cada cem quilómetros, ficando a média final em 9,3l/100km. E o conforto e suavidade, estão noutro nível…

Sendo um Lexus, o equipamento é muito vasto, com tudo o que vem nas fotos a ser de série, exceto a pintura metalizada. Ou seja, bancos elétricos com memória, aquecidos e arrefecidos, sistema de som premium, navegação, sensores de estacionamento e câmaras, cruise-control adaptativo com radar e sistema de manutenção de faixa, head-up display… tudo de série.

O preço?

São 133.540€ para uma unidade igual a esta, e na verdade, achamos digno para o que nos oferece, seja pela exclusividade que poucos automóveis conseguem alcançar, seja pela unidade híbrida ou pelo conforto e suavidade a bordo. Um valor elevado, é certo, mas peguem numa qualquer marca conhecida alemã, escolham um coupé com uma potência equivalente, encham-no de opcionais para ficar ao mesmo nível do LC500h, e depois digam-nos o preço. A verdade, é que este vencerá na tarefa de “virar cabeças…”

“Isto é demais para a sua carteira, mas quer um Lexus Coupé?”
Então o Lexus RC300h é a alternativa certa!

Lexus LC500h Sport+

Especificações:
Potência combinada – 359cv
Binário (combustão)–348Nm às 4900rpm
Binário (elétrico) – 300Nm
Aceleração dos 0-100 (oficial): 5,0s
Velocidade Máxima (oficial): 250km/h
Consumo Combinado Anunciado (Medido) – 6,4l/100km (8,4l/100km)

Preços:
Lexus LC500h desde: 120.140€
Preço da versão ensaiada: 124.140€
Preço da unidade ensaiada: 133.549€

Carrega nas fotos e vê este Lexus LC500h em detalhe:

Lexus LC500h
17.5 Pontos
O que gostámos mais:
- Imagem exclusiva - Sistema Multistage na maioria das situações - Construção e Qualidade - Equipamento
O que gostámos menos:
- Mala - Lugares posteriores
Resumindo e concluíndo:
O Lexus LC500h é um verdadeiro "Portal do Tempo", com uma imagem que cativa quem gosta de tecnologia ou de arte moderna. O seu interior é confortável e bem construído, enquanto a suavidade dada pelo sistema híbrido o levam para um outro patamar. Não é um desportivo. É um verdadeiro Grande Turismo!
Motorização17.5
Perfomances18
Comportamento16.5
Consumos17.5
Interior18.5
Habitabilidade14.5
Materiais/Qualidade de construção19.5
Equipamento de Série18.5
Value for Money17

“A pontuação acima é totalmente da nossa opinião. Esta, tem a ver com o modelo e versão ensaiadas, tendo em conta o segmento onde a mesma se insere.”

Legenda da pontuação:
0-5: Mau;
6-10: Satisfaz Pouco;
11-15: Razoável;
16-17: Bom;
18-19: Muito Bom;
20: Excelente;

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!