Início Ensaios KIA Sorento 2.2 CRDi Premium 8AT

KIA Sorento 2.2 CRDi Premium 8AT

KIA Sorento 2.2 CRDi Premium 8AT
0
0

“Pratos de balança”

Voltámos a ensaiar o KIA Sorento, aquele que é o automóvel de maiores dimensões da marca coreana. Três anos após a ultima vez que conduzimos o SUV de sete lugares, este foi renovado e recebeu novos atributos que pretendem melhorar esta proposta em vários pontos, de forma a mantê-lo bem atual. Será que ainda pode “entrar nas contas”?

Vamos por partes. Esta geração do Sorento cresceu na altura em que a marca começou, realmente, com o seu “salto” qualitativo, de forma a equiparar-se com as principais propostas europeias. Contudo, o Sorento é um modelo global, ao contrário do Ceed, o que lhe confere algumas diferenças como vamos poder ver mais à frente.

Na primeira vez que o ensaiámos, ficámos impressionados com o produto em geral, mas principalmente, lembro-me, pelo primeiro impacto visual, com uma estética simples, mas que demonstrava elegância e robustez, mais que não fosse pelas suas dimensões generosas. Pois bem, a estética evoluiu (não revolucionou), graças a ténues, mas variadas mudanças, que lhe forneceram as alterações necessárias, nos locais certos.

A dianteira recebe um novo para-choques, mais dinâmico, em linha com as mais recentes propostas da marca, apresentando menos superfície negra de contraste. Mais acima, a grelha ‘Tiger Nose’ continua com as mesmas generosas dimensões, mas conta agora com um novo padrão. Os grupos óticos, quer dianteiros, quer traseiros, contam igualmente com o mesmo desenho, mas recebem agora novo desenho interior, com elementos LED, que lhe conferem um aspeto mais tecnológico.

No exterior podemos também encontrar novas cores e jantes, como é o caso da unidade ensaiada.

Passando para o interior, as diferenças também foram de pormenor, com a inclusão de novos revestimentos, mais cuidados, e que contam com uma rigorosa montagem, o que nos irá livrar de ruídos parasitas de futuro. No tablier encontramos novos comandos da climatização, usando agora um ecrã próprio para informar da temperatura escolhida, ao invés de a apresentar no ecrã central, como na anterior geração. Esse ecrã recebe novos sistemas, como Apple CarPlay e Android Auto, assim como a nova câmara 360º, que nos ajuda – em muito – nas manobras. Ainda aqui, no tablier, podemos encontrar o novo volante, que a marca optou por dotar de quatro raios, algo estranho, visto que tem sido eliminado ao longo dos anos. Escolhas…

Mas isso não belisca um interior que, embora já conte com alguns anos de mercado, continua elegante, com muito equipamento, e, acima de tudo, espaçoso.

Sim, espaço é algo que o Sorento tem em grandes doses. Para além dos confortáveis bancos dianteiros em pele, aquecidos e arrefecidos, prontos para grandes viagens, os lugares traseiros também contam com uma elevada dose de conforto, podendo ser ajustados tanto longitudinalmente como em inclinação. Para um maior bem-estar, ainda existem saídas de climatização próprias, assim como cortinas para o sol, nos dias mais quentes. Nos mais frios, o aquecimento dos bancos também está disponível nesta fila.

Na outra fila, a terceira, onde surgem o 6º e o 7º lugar, estes até conseguem albergar dois passageiros. Obviamente são aconselháveis a pessoas de estatura mais baixa ou crianças, mas conta com a vantagem de conseguimos colocar os pés por baixo dos bancos da segunda fila, o que evita irmos com os “joelhos no pescoço”. Também, cá atrás, contamos com uma saída de ventilação específica.

A bagageira varia entre os 142l de capacidade com os sete lugares, e os 660l se usarmos os “normais” cinco lugares. Destaque para um local próprio para a colocação da chapeleira por debaixo do piso.

Passando para a condução, contamos com o motor diesel 2.2 CRDi com 200cv, o qual se junta agora com a nova transmissão automática de 8 velocidades, que conseguiu diminuir as emissões de CO2, prometendo também oferecer uma condução mais suave e disponível, assim como reduzir igualmente o consumo.

Primeiro ponto: o Kia Sorento é um automóvel familiar, pensado para longas viagens no maior conforto. Por isso, se pretende uma proposta dinâmica, esta pode não ser a melhor opção, já que para toadas rápidas e em estradas sinuosas, exibe por vezes algumas perdas de tração à saída das curvas. Contudo, não deixa de ser agradável de guiar, claro está, pela suavidade sentida a bordo, já que a suspensão branda absorve muito bem os relevos e irregularidades do asfalto, mesmo que conte com generosas jantes de 19’’.

Segundo ponto: o Sorento pede calma. Este modelo “gosta” mesmo é de longas tiradas por autoestrada, e é também aqui que notamos as rotações baixarem, ao mesmo tempo que esta nova transmissão deixa o motor mais disponível para ultrapassagens. O funcionamento é suave, mesmo que não seja a mais decidida, mas não impacta demasiado num automóvel com esta filosofia, ou esta dimensão. Ainda assim, este modelo apresenta uma velocidade de ponta de 205km/h, e uma aceleração dos 0-100km/h em 9,4s.

Mas o que mais importa num automóvel deste género são os consumos. O Sorento é ótimo nisso? Não podemos dizer que sim, mas também não podemos dizer que seja mau. Ou seja, consome pouco mais de 8 litros aos cem, num percurso misto. Pode parecer muito, mas temos de tomar dois pontos em atenção.

A sua potência (200cv), e o seu peso (1905kg). É aqui que podemos entender que o consumo pode ser justificável. Depois podemos ver outro ponto. Qual é o automóvel que pode oferecer sete lugares que são utilizáveis, muito equipamento de série, e este nível de potência por um preço marginalmente abaixo dos 50 mil euros?

Pois, a lista é muito curta, ainda para mais observando a garantia que a marca oferece, com os seus “típicos” 7 anos ou 150.000km.

Portanto, depois de 3 anos do seu lançamento, o Sorento continua a ser um produto lógico, tendo tudo o que é necessário: conforto, segurança e espaço. A isso junta-se uma imagem bem conseguida, como a Kia nos tem habituado nos últimos anos, e um preço que pode assustar, mas se medirmos o que é necessário e o que nos é oferecido, equilibra os pratos da balança e torna o Kia Sorento numa proposta justa.


KIA Sorento 2.2 CRDi Premium 8AT

Especificações:
Potência– 200cv/3800rpm
Binário combinado – 441Nm às  1750 ~ 2750rpm
Aceleração do  0-100 (oficial): 9,4s
Velocidade Máxima (oficial): 205km/h
Consumo Combinado Anunciado – 6,2L/100km
Consumo Combinado Medido – 8,1L/100km

Preços:
Gama KIA Sorento desde: 44.470€
Versão ensaiada: 50.570€
Preço da viatura ensaiada: 51.060€


Carrega nas fotos e vê este KIA Sorento em detalhe:

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!