Início Ensaios Seat Ibiza FR 1.5 TSi 150 EVO

Seat Ibiza FR 1.5 TSi 150 EVO

Seat Ibiza FR 1.5 TSi 150 EVO
0
0

“Dose extra de salero”

Deem as boas vindas ao SEAT Ibiza, este que é o modelo mais importante e mais vendido da história da marca espanhola. Agora na sua quinta geração, e mais refinado do que nunca, este ensaio acontece pouco depois deste automóvel ter sido premiado em Portugal, com o galardão de Carro do Ano.

Dono de linhas assertivas e muito expressivas, o novo Seat Ibiza conta com uma imagem que o faz destacar dos seus concorrentes, numa marca que impera em demostrar um aspeto mais dinâmico aos seus clientes. A dianteira é muito semelhante à do “irmão maior”, o Leon, mas ainda assim conta com a sua própria personalidade, como é o caso dos grupos óticos ‘triangulares’ em LED, uma grelha mais pequena, e um para-choques bem delineado, típico destas versões FR, aquela que passa a ser a mais desportiva da gama, com a “saída” da Cupra para marca própria.

A sua silhueta é também muito própria e cheia de carácter. Os olhos seguem logo para as jantes Performance de 18’’, que preenchem bem as cavas, enquanto as linhas, especialmente a de cintura que dá forma aos farolins traseiros, também roubam algum do protagonismo. Para a Seat dar um aspeto mais dinâmico, optou por colocar as rodas traseiras mais perto das extremidades, o que dá origem a uma traseira de linhas simples, mas com detalhes. Os pequenos faróis em LED dão uma interessante assinatura luminosa, enquanto o para-choques desta versão FR adota uma “dupla ponteira de escape” que lhe dá aquele Salero Extra…

Felizmente esses toques de detalhe passam também para o interior.

Agradável e bem construído, cont com superfícies suaves e macias ao toque, com destaque para pormenores estéticos que fazem lembrar o exterior, como é o caso dos puxadores e pegas das portas. A ergonomia também está em bom plano, com os instrumentos e comandos a estarem no local certo, portanto, fáceis de conviver. O novo sistema da marca com 8 polegadas é de boa qualidade e é igualmente fácil de operar.

Os bancos desportivos desta versão FR contam com um bom apoio e vastos ajustes para garantir uma boa posição de condução, com esse conforto a ser sentido também atrás, já que o Ibiza conta agora com um habitáculo bem mais desafogado, com mais espaço para as pernas, cabeça e ombros, com os bancos a serem agora mais largos.

Na prática, alguém com a minha estatura (1,74m) sente-se bem. Com este aumento prático, também existiu um incremento na volumetria da bagageira, com uma capacidade de 355L, um valor praticamente referencial, 63L superior à geração que veio substituir. Aqui, vale a pena mencionar a superfície de carga baixa, com uma roda suplente de emergência debaixo do piso.

Até agora, pudemos ver que o Seat Ibiza se tornou numa proposta bem mais racional, com mais espaço e mais equipamentos que podem ser elegíveis. Contudo, a grande dúvida é esta: ainda será divertido de conduzir?

A resposta é um grande: sim!

O Seat Ibiza usa a nova plataforma do Grupo VW, a MQB A0, que garante uma boa ligação ao solo, através de uma suspensão dianteira McPherson e um eixo semirrígido atrás, mas que nesta versão pode contar com amortecedores com controlo eletrónico, permitindo variar as afinações entre um modo normal, ou desportivo. Para além disso, as sensações são muito boas, com um bom feedback a ser dado pela direção que nos informa bem do que se passa com as rodas dianteiras. Não é o automóvel mais confortável do seu segmento, já que em pisos mais degradados é bem notória a sua afinação mais dinâmica, mas é o preço a pagar. E vale a pena, se aprecia esse tipo de condução.

E guardamos a grande novidade para o final: o motor mais potente do Seat Ibiza, o 1.5 TSi EVO de 150cv pertence à nova família de motores do grupo e conta com desativação de cilindros, que garante umas boas prestações, em troca de um consumo e emissões mais baixas. As prestações são desde logo bem visíveis e “casam” bastante bem com este Ibiza, com os números a mostrarem isso: 0 aos 100km/m em 7,9s e uma velocidade máxima de 215km/h. Não são números de desportivo, mas andam lá perto.

Na prática, o Ibiza é muito divertido de conduzir e fácil de “espremer”, graças à sua bem escalonada caixa manual de 6 velocidades. Não tem o tato de uma transmissão japonesa, mas não compromete, enquanto que a inserção em curva e a sua estabilidade oferecem confiança. Quando queremos ser calmos, em velocidades até 130km/h a desativação de metade dos cilindros ocorre frequentemente, e isso efetivamente diminui os consumos, com uma média final a cifrar-se nos 6,4l/100km. Não é o anunciado pela marca, mas é um bom valor para 150cv. De ressalvar que essas ativações e desativações ocorrem de forma quase impercetível.

Há pontos negativos? Há sempre, mas talvez os opcionais, que carregando em muitas das ‘caixinhas’ do configurador, elevam o preço deste Ibiza para os valores de um Segmento C. A verdade é que este modelo está mais perto desse segmento do que nunca. Elegante, com um interior bem construído e agradável, em conjunto com um motor e chassis que cumprem.

Acreditamos que o sucesso deste modelo irá continuar…

SEAT Ibiza 1.5 TSi EVO 150 Start&Stop FR

Especificações:
Potência – 150cv às 5000rpm
Binário – 250Nm às 1500~3500rpm
Aceleração dos 0-100 (oficial): 7,2s
Velocidade Máxima (oficial): 215km/h
Consumo Combinado Anunciado (Medido) – 4,7l/100km (6,3l/100km)

Preços:
SEAT Ibiza desde: 15.360€
Preço da versão ensaiada: 22.734€
Preço da unidade ensaiada: 26.939€

Carrega nas fotos e vê este SEAT Ibiza FR em detalhe:

SEAT Ibiza FR TSi 150
16.6 Pontos
O que gostámos mais:
- Motor - Dinâmica - Infotenimento - Design
O que gostámos menos:
- Alguns opcionais - Preço
Resumindo e concluíndo:
O Seat Ibiza aproxima-se muito do Leon. Nesta versão FR com o motor 1.5 TSi de 150 chega quase ao patamar de pequeno desportivo. O espaço interior incrementado, ajuda a torná-lo numa escolha mais racional.
Motorização17.5
Perfomances17
Comportamento18
Consumos16
Interior16.5
Habitabilidade15.5
Materiais/Qualidade de construção17
Equipamento de Série16
Value for Money15.5

“A pontuação acima é totalmente da nossa opinião. Esta, tem a ver com o modelo e versão ensaiadas, tendo em conta o segmento onde a mesma se insere.”

Legenda da pontuação:
0-5: Mau;
6-10: Satisfaz Pouco;
11-15: Razoável;
16-17: Bom;
18-19: Muito Bom;
20: Excelente;

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!