Início Ensaios Fiat 500C Collezione Fall 1.2 Dualogic

Fiat 500C Collezione Fall 1.2 Dualogic

Fiat 500C Collezione Fall 1.2 Dualogic
0
0

“Fashion Outlet”

Não, não fomos às compras, mas ficamos a perceber muito mais de moda depois de passar alguns quilómetros ao volante deste especial Fiat 500 Collezione, uma versão especial que foi lançada pelo construtor italiano de forma a comemorar a mudança das estações. Contudo, no começo do verão, publicamos este Collezione Edition, que comemora… o Outono!

Chamo-lhe agora de “ensaio Outlet”, o que não nos deixa preocupados, porque sabemos que o Fiat 500 está sempre na moda, nunca é da coleção passada, e prova disso são os seus números de venda, que teimam em não abrandar!

Porém, este nome Collezione não é inédito, uma vez que já tinha sido feita uma outra edição para comemorar a chegada da primavera. Mas, segundo a marca, esta comemoração do Outono é para quem se quer distinguir com classe, graças à sua exclusiva pintura sóbria chamada “Brunello”, que faz a elegante junção entre o Bordeaux Opera e o Cinzento Carrara, dividindo as duas cores por uma linha acobreada, a mesma tonalidade que é usada para colorir as jantes de liga leve de 16’’. Muita classe, em tão pequeno automóvel.

Essa elegância passa também para o interior, com essas cores a transitarem também para o habitáculo, com esses toques cobre a estarem presentes no generoso painel decorativo que percorre o habitáculo, ou em pespontos e detalhes como o logo 500 no topo dos bancos em pele e tecido. O interior é simples, com reminiscências para o início da história deste pequeno automóvel italiano, mas que aqui ganha atributos extra, porque o C no seu nome garante-lhe a capacidade de ser um descapotável, onde o céu é o limite!

Ainda no interior, destaque para a posição dos comandos, que optam pela simplicidade de utilização, assim como para a montagem, que ainda que o Fiat 500 não conte com os melhores materiais (dentro do segmento também não se pode esperar muito), a montagem mostrou-se isenta de erros, e mais uma vez, nada de ruídos parasitas. No seu pequeno interior cabem quatro passageiros, sendo os lugares traseiros obviamente mais constrangidos, com uma mala de 185l a servir para carregar as compras, com um acesso algo limitado pela capota.

Esta unidade do Fiat 500 Collezione era animada pelo motor 1.2, bastante provado, que conta com 69cv, que estavam aqui (em opção) conectados à transmissão Dualogic, uma caixa manual robotizada que nos “poupa” o uso do pé esquerdo, e que torna a condução mais simples em cidade. Se é melhor?

Não é o melhor exemplo do que uma “caixa automática” deve ser, até porque a Dualogic não é isso, contudo acaba por ajudar em cidade, mas, se a transmissão manual não for impedimento, ficará bem melhor servido com ela. Dessa forma também conseguirá explorar melhor este pequeno motor, que decididamente prefere andar na coroa citadina, do que tiradas em autoestrada. Os consumos, graças a esta transmissão, também não saem tão beneficiados comparativamente com a transmissão manual, ainda assim são comedidos, tendo ficado em 6,1l/100km.

O seu comportamento pode ser descrito como ágil, é uma base com mais de 10 anos, mas que se revela ainda bem capaz e que até consegue oferecer uma boa dose de diversão, não fosse ela a base para um dos desportivos mais “lunáticos” disponíveis no mercado. A direção é leve, e prefere ajudar o condutor nas manobras e “negociar” esquinas do que a providenciar grandes emoções e feedback. Basicamente, não compromete, e justifica continuar a ser um dos preferidos neste segmento A. Mais de dois milhões de unidades vendidas, num modelo que acertou perfeitamente no que deve ser um automóvel vintage!

Voltar ao Fiat 500, para mim, é sempre algo agradável. Não é um “intercidades”, mas é um automóvel descomprometido, com as vantagens que um automóvel citadino deve ter, mesmo contando com um motor algo básico. Esta versão Collezione prova uma vez mais que uma edição especial faz a diferença, e que se junta a muitas outras como a Gucci, Diesel ou a Anniversario que testámos há pouco mais de um ano. Até onde vai chegar este Fiat 500? Não sabemos, mas uma coisa é certa, ele merece!


FIAT 500C Collezione Fall 1.2 69cv Dualogic

Especificações:
Potência – 69cv às 5500rpm
Binário – 102Nm às 3000rpm
Aceleração dos 0-100 (oficial): 12,9s
Velocidade Máxima (oficial): 163km/h
Consumo Combinado Anunciado (Medido) – 5,3l/100km (6,1l/100km)

Preços:
Fiat 500C desde: €
Preço da versão ensaiada : 19.699€
Preço da unidade ensaiada (c/campanha): 21.038 €


Carrega nas fotos e vê este Fiat 500 Collezione Fall em detalhe:

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!