Início Ensaios Ensaio by MotorO2 – Peugeot 1.2 PureTech 110

Ensaio by MotorO2 – Peugeot 1.2 PureTech 110

Ensaio by MotorO2 – Peugeot 1.2 PureTech 110
22
0

“Pistola Verde”

Posso-vos fazer um pergunta?

Porque é que insistem no gasóleo?

Eu creio que a vossa resposta vai ser esta: “é mais barato.”
Atenção, eu não ponho de parte o gasóleo, mas sei que muita gente não faz aquelas contas necessárias para ver se realmente vale a pena. Muitos olham apenas para a bomba da gasolina que usam e notam naqueles quase 30 cêntimos de diferença da gasolina face ao gasóleo, e pensam:

– “Um carro a gasóleo para mim é que era bom…”

Pois, não é só o preço da bomba que tem de ser visto…

Comecei com esta conversa porque vos queria apresentar o automóvel que temos hoje em ensaio, é o Peugeot 208 1.2 PureTech com 110cv, a gasolina.

Sim, pessimistas, são 110cv. Mas este motor pertence à nova família PureTech que rompe com o passado dos motores a gasolina, por exemplo, aqui, no 208 a queda em termos de consumo face ao motor antigo é cerca de 20%, o valor anunciado é de apenas 4,6l/100km.

Antes de falarmos mais em números temos uma razão entusiástica, ou seja, o prazer de condução de um propulsor a gasolina é superior a um equivalente diesel. Os motores a gasolina revelam uma maior elasticidade, e este novo propulsor turbo exibe um bom binário de 205Nm disponível logo nos baixos regimes, a potência é constante até às 6500rpm, e o conforto acústico é bom, melhor que no “concorrente” diesel.

Já estamos falados de motores, passemos à estética, este 208 quase que parece um GTi, a pintura branca aliada às bonitas jantes de 17” tornam este pequeno Francês num modelo desejado, ainda mais nesta carroçaria de três portas. A desportividade é evidente de qualquer ângulo.

Passando para o interior, são muitos os pormenores nesta versão Allure, seja o acabamento do tablier e do volante em pele, os pespontos em contraste, ou o tecto panorâmico que à noite se ilumina em redor para uma tonalidade azul. A posição de condução é elevada, mas confortável e o pequeno volante dá um bom feedback, a caixa de 5 velocidades tem um curso longo mas apresenta um funcionamento suave. O equipamento é abundante, por isso os opcionais presentes não eram muitos, mas estava aqui um que pode agradar a algumas pessoas, falo do estacionamento automático.

Passemos a valores, se não querem fazer contas eu faço-as por vocês: o 208 1.2 PureTech 110 na versão Allure começa nos 19.800€, a versão a Gasóleo com menos 10cv pede mais 2700 euros à conta bancária, a diferença por litro está nos 27 cêntimos…

Ou seja, se ficar com automóvel cinco anos, tem de fazer sempre mais de 63 quilómetros por dia, ou seja 22727 quilómetros ao ano…

Se quiser ficar mais do que cinco anos é fácil: são 113636, os quilómetros que tem de fazer para que compense. A partir dai, está a compensar o diesel. Mas lembre-se de uma coisa: esses quilómetros sabem sempre melhor ser feitos com a ajuda de um motor a gasolina debaixo do capot.

Concluído, quero dizer que o 208 1.2 PureTech é uma excelente escolha para veículo citadino e mais além. É fácil de conduzir com o motor a tornar a experiência ainda mais engraçada, quase parecendo que tem alma de desportivo, mas dos que gastam pouco… Ainda por cima está bem equipado e é bonito. No entanto quero alertá-lo que depois de ler este ensaio, o Peugeot 208 que encontrará no concessionário não é este mas sim outro, ainda mais giro! Já sabe, não deixe de parte a pistola verde da sua bomba de gasolina!

 

Peugeot 208 1.2 PureTech110 CVM5 Allure

Especificações:

Potência – 110cv às 5500rpm 
Binário – 205Nm às 1500rpm
Consumo Anunciado (Medido)  – 4,6l/100km
(5,8l/100km)


Peugeot 208 1.2 PureTech 110 desde: 19.790€ 
Modelo ensaiado: 22.445€

Texto: Rodrigo Hernandez
Fotos: Rodrigo Hernandez

MotorO2 | Respiramos Motores

Rodrigo Hernandez Fundador e Director Editorial, criou o MotorO2 em 2012 devido a uma tremenda vontade de escrever acerca da sua grande paixão: os automóveis! Paixão essa que existe mesmo antes de falar, já que a sua primeira palavra foi a de uma conhecida marca de automóveis. Sim, a sério!